Antes de fazer uma compra com cartão de crédito, você se pergunta se é uma boa ideia para aquela compra? Só porque o emissor do seu cartão de crédito deu-lhe acesso a uma linha de crédito e só porque há algo que você quer comprar, não significa que é um bom momento para usar seu cartão de crédito. Ao saber quando ou não usar seu cartão de crédito, você pode estar evitando um grande buraco financeiro na sua conta.

Não use o cartão de crédito quando você não pode dar ao luxo de pagar o saldo

Este é sem dúvida o número um dos motivos de quando você não deve usar o seu cartão de crédito. Se você não pode dar ao luxo de pagar por uma compra em dinheiro, então você não pode dar ao luxo de colocá-la em seu cartão de crédito. Comprar coisas que você não pode pagar é o caminho mais curto para se endividar e arruinar sua vida financeira.

Seu limite disponível é muito maior do que você é capaz de pagar

Na hora de pagar uma conta, pense no limite total do seu cartão. E se você não tem muita disciplina financeira, limite-o para um valor entre 20% e 50% de seu salário mensal. Quanto maior for seu limite, mais você irá gastar. E um limite disponível muito maior do que você é capaz de pagar só vai motivá-lo a gastar mais e não poupar o suficiente para pagar seus débitos, deixando-o na espiral de dívidas do cartão do crédito.

Evite compras com cartão de crédito quando você está querendo investir em algum bem

Quanto mais dívida de cartão de crédito que você tem, mais difícil será para se qualificar financeiramente para conseguir arcar com custos, por exemplo, do financiamento de um imóvel. É melhor poupar grandes compras de cartão de crédito até vários meses depois de ter começado a pagar suas prestações de um imóvel. Pode parecer que não, mas ao não “enxergar” seu dinheiro através do plástico do cartão de crédito, você poderá acabar se enrolando financeiramente e deixando de pagar uma das parcelas de sua compra, seja ela um imóvel, veículo ou algum tipo de investimento maior em sua vida.

Dizendo não ao cartão de crédito

Aprenda a dizer não ao cartão de crédito ou de débito e você vai ver que conseguirá poupar muito mais do que imagina no fim do mês. (Foto: www.creditcards.com)

Não use o cartão de crédito para fazer você se sentir melhor

Você poderia facilmente acabar por gastar demais, se você está passando o cartão para curar a tristeza, especialmente quando compras é apenas uma solução temporária para um problema mais profundo. Procure maneiras mais baratas para resolver dilemas emocionais, como correr, andar de bicicleta, ou apenas converse com amigos. Resolva o problema que o mantém angustiado. Comprar sua felicidade com um cartão de crédito pode sair pela culatra quando você percebe que você não tem o dinheiro para pagar o saldo do cartão de crédito.

Não use o cartão de crédito quando você já tem alguma dívida

É mais inteligente para pagar seus saldos de cartões de crédito existentes antes de comprar algo mais. Fazer novas compras antes de você pagar antigas é uma maneira fácil de entrar em dívidas de cartão de crédito. Se você não sabe o quanto você tem de dívida, que vergonha! Hora de retirar as suas faturas de cartão de crédito e começar a planejar o pagamento do seu saldo!

Evite o uso de seu cartão de crédito quando você está “alegre” ou com fome

Certas vezes você está menos no controle de suas decisões do que outros. Se você estiver embriagado, meio “alegre” ou mesmo com fome, você pode gastar mais do que você é capaz de pagar de volta. Não faça compras quando estiver com fome e só leve uma quantidade limitada de dinheiro, se você pretende beber.

Economizando com dinheiro

Quanto menos você depender dos cartões, mais dinheiro você vai ter em mãos para negociar valores à vista mais baratos. (Foto:www.thefreedombrief.com)

Use seu cartão apenas e somente para compras online ou mais urgentes

Compras online são a melhor forma de usar o cartão de crédito com maior sabedoria. O valor fica mais em conta do que compras em lojas físicas. Além disso, compras urgentes podem cair bem no seu cartão de crédito, desde que não fiquem caras demais. Parcelamentos devem ser analisados com calma e colocados em uma balança de necessidade: você precisa mesmo daquele produto ou ele pode esperar você juntar mais um pouco para comprá-lo à vista?

Em uma sociedade acostumada com o consumo desenfreado como a nossa, usar o cartão de crédito tem se tornado cada vez mais comum, mas não deveria. O cartão de crédito é um empréstimo de altos juros, que deve ser usado em muito poucas situações. Ele é um substituto par ao dinheiro em algumas situações, mas na maioria delas, é apenas uma ferramenta facilitadora do acesso ao crédito, que pode ser uma facilidade ou causar muitas dificuldades em sua vida em proporção direta à sua responsabilidade com o uso dele.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)