Muitas das coisas que mais valem a pena na vida são assustadoras no começo. Considere, por exemplo, ir à escola pela primeira vez, se apaixonar, aprender a dirigir, começar uma família…

Investir não é exceção. O pensamento de possivelmente perder dinheiro é uma perspectiva aterrorizante. E o fato de que a economia de hoje já viu melhores dias, provavelmente não está ajudando com esses medos. Investir no mercado financeiro tem seus riscos. Mas se você ceder ao medo, você vai deixar passar algumas oportunidades incríveis que vêm com grandes cifrões anexados.

Agora é realmente um bom momento para os jovens adultos começarem a investir. Pense em uma desaceleração do mercado como uma liquidação: é uma boa ideia para ir às compras antes que os preços subam novamente.

Resumindo, render-se ao medo apenas o impede. Se você quiser chegar à frente financeiramente, você tem que investir em seu futuro. Abaixo estão algumas desculpas mais comuns quanto a investir e as estratégias que você precisa para superar estes medos.

Eu não quero perder todo o meu dinheiro

Solução: diversificar seus investimentos

Se os investimentos são muito fortemente concentrados em apenas uma categoria de investimento (ex.: apenas na poupança, apenas investir em ações de empresas de um setor específico da economia etc) ou até mesmo um tipo particular de ação, você pode afundar sua meta financeira. Basta lembrar das bolhas de tecnologia nos EUA ou, mais recentemente, a crise dos serviços financeiros. Os fundos de investimento são uma boa maneira de conseguir diversificação instantânea, porque eles permitem a você investir em dezenas de ações dentro de um único fundo.

Uma das formas mais rápidas para diversificar, se você é novo para investir, é com um fundo que investe em outros fundos de ações mútuas. Ou, se quiser algo um pouco mais conservador neste mercado incerto, vá para o chamado fundo “equilibrado” que detém ações, assim como títulos. Mas tenha em mente que, para objetivos de longo prazo, as ações devem ganhar o maior retorno.

Como vou saber o melhor momento para investir?

Solução: média do custo-real

Não há uma bola de cristal que lhe diz exatamente quando o mercado vai subir ou descer. O truque é investir regularmente, não importa o que o mercado está fazendo. Uma estratégia simples chamada média de custo-real elimina a adivinhação. Ao investir uma quantidade fixa em intervalos regulares, como a cada mês ou a cada trimestre, você suavizar o impacto dos altos e baixos do mercado. Este truque tira toda a emoção que é assustadora para investir quando o mercado está caindo, por exemplo, e investir se torna muito menos assustador.

Os fundos mútuos são, mais uma vez, um grande investimento para esta estratégia, principalmente porque você não é cobrado uma comissão cada vez que você compra ações ou títulos (como você é para ações individuais).

Problemas em ter medo dos investimentos

Temer os investimentos só vai te deixar a cada dia mais distante da independência financeira. (Foto: divulgação)

Eu sou muito sensível aos altos e baixos dos investimentos

Solução: Ignore seus investimentos

Quando você ficar obcecado sobre como o investimento está no dia a dia ou semana a semana, você pode ser mais tentado a mexer com ele em vez de se ater ao seu plano de diversificação de longo prazo. Para não mencionar, você provavelmente vai perder seu sono. Isso não quer dizer que você não deve nunca reavaliar suas opções de investimento. Só não se fixe demais neles.

Eu não tenho tempo ou conhecimento para gerenciar bem uma carteira de investimentos

Solução: Investir em Fundos indexados ou Fundos diversificados

Pense simples. Quando você começar a investir e não tem certeza do que está fazendo, não finja que você sabe. A verdade é que a maioria dos fundos mútuos gerenciados ativamente não bater suas marcações de mercado. Esses gestores de fundos têm o tempo, a educação e o salário para os motivar. Você só está com medo desnecessário aqui.

Vá com investimentos em fundos para alcançar a diversificação instantânea. Ou monte uma simples carteira de fundos indexados. Os fundos indexados não tentam bater as marcações de mercado, apenas alcança-las. Coloque 75 por cento de seu dinheiro em um fundo que acompanha o mercado de ações nacionais e 25 por cento em um que controla ações internacionais. Em seguida, deixe-os andar. Como seus investimentos sobem e descem, tudo que você tem a fazer é realinhar o seu dinheiro a cada ano ou mais para manter o peso adequado em cada fundo.

Mais uma maneira de definir esse investimento e esquecer sobre ele: agende pela sua corretora retiradas automáticas da sua conta bancária e a distribuição automática de recursos financeiros nos seus investimentos.

E se eu precisar do dinheiro?

Solução: Estabeleça metas claras e escolha seus investimentos em conformidade

Antes de começar a investir, anote para o que você está investindo e quando você acha que vai precisar do dinheiro. Se você vai precisar do dinheiro nos próximos três a cinco anos, a preservação é o seu objetivo principal. Coloque esse dinheiro em algum lugar seguro e acessível, como um fundo de investimento do mercado monetário ou conta poupança. Você também pode optar por um certificado de depósito bancário (CDB). Mas tenha em mente o seu dinheiro está fechado durante o período de vigência do CDB, e você vai pagar uma multa pesada se você precisar sacar cedo, além do Imposto de Renda.

Vale também lembrar que é importante ter um fundo de emergência com reservas financeiras correspondentes a, pelo menos, 6 meses de seu salário, caso ocorra alguma fatalidade.

Se você está investindo para o longo prazo, o crescimento é o seu objetivo. Invista esse dinheiro em um fundo mútuo de base ampla que contém principalmente ações. Se ocorrer um desastre e você realmente precisar do dinheiro, você pode sacar a qualquer momento, mas você vai ter que pagar impostos sobre o dinheiro que você fez, além de taxas de corretagem.

Eu tenho medo que o Governo ou os bancos congelem meu dinheiro

Solução: Pegue uma máquina do tempo e volte da década de 80/início da década de 90 para o presente

Já foi a época em que o Governo e os bancos congelaram contas e até usaram dinheiro de seus clientes para tentar encontrar a estabilidade econômica. Após o Plano Real, a estabilidade financeira de nosso país só tem melhorado, além do grau de confiabilidade de nosso Governo para lidar com dinheiro, tanto é que o Tesouro Direto tem se tornado um dos investimentos favoritos para investidores.

Você pode pedir os conselhos de um consultor financeiro ou gestor de fundos para começar com investimentos de baixo risco e de renda fixa para depois iniciar uma diversificação através de fundos mútuos. Assim, terá a orientação profissional para te dar maior segurança em investir seu dinheiro.

E vocês, como fizeram para superar seus medos em investir? Compartilhem nos comentários suas estratégias e dicas para outros investidores que também passam por este desafio.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)