Como escolher o melhor fundo de investimento?

Em Educação financeira por André M. Coelho

Existem milhares de fundos de investimento no mercado a qualquer momento. Então, como exatamente você escolhe? Embora possa parecer difícil, não precisa ser se você seguir o processo certo.

Os fundos mútuos permitem que grupos de investidores acumulem seu dinheiro. Um gerente de fundos seleciona os investimentos alinhados com a estratégia de investimento do fundo. Como resultado, os investidores individuais que compram ações no fundo de investimentos estão realmente investindo nos ativos selecionados pelo gerente do fundo. Por causa disso, encontrar um fundo cujos objetivos se alinham com o seu é de vital importância.

Leia também

Aqui estão sete dicas para ajudá-lo a selecionar os melhores fundos para suas necessidades.

Fundos de investimento, suas metas e tolerância ao risco

Com tantos fundos mútuos disponíveis, é inevitável que muitos deles não sejam o ajuste certo. Um fundo de investimentos pode ser popular, mas isso não significa necessariamente que é o certo para você. Por exemplo, você deseja que seu dinheiro cresça constantemente ao longo do tempo com um baixo nível de risco? Você quer os mais altos retornos potenciais? Essas são perguntas que você terá que responder por si mesmo.

Você também deve considerar sua tolerância ao risco. Por exemplo, você está disposto a tolerar grandes balanços no valor da sua carteira pela chance de maiores retornos de longo prazo? Se você está investindo na aposentadoria, normalmente é melhor manter seu dinheiro investido a longo prazo.

Mas se uma estratégia muito agressiva causará pés frios e vender seus investimentos, é melhor ajustar sua estratégia a algo mais adequado à sua tolerância ao risco. Afinal, a venda de seus investimentos também pode resultar em perder retornos. Além disso, você pode obter ganhos de capital e incorrer em obrigações fiscais, dependendo do tipo de conta de investimento.

Seu horizonte de tempo também é importante. Se você precisar de acesso ao seu dinheiro em menos de cinco anos, um fundo de crescimento agressivo provavelmente não é a melhor estratégia. Um exemplo de um fundo que tem o horizonte de tempo já incorporado é um fundo de data-alvo, que ajusta seu nível de risco de acordo com o quão perto você está da idade da aposentadoria.

Fundo de investimento ativo ou passivo?

Outra maneira que os fundos podem variar é o seu estilo de gerenciamento. Um dos maiores contrastes pode ser visto ao comparar fundos ativos e passivos.

Com fundos gerenciados ativamente, o gerente de fundos compra e vende títulos, geralmente com o objetivo de superar um índice de referência, como o S&P 500, Bovespa, entre outros. Os gestores de fundos passam muitas horas pesquisando empresas e seus fundamentos, tendências econômicas e outros fatores em uma tentativa de obter um desempenho mais alto.

A troca com fundos gerenciados ativamente é que as taxas podem ser altas para compensar os gestores de fundos por seu tempo. Vale a pena pagar essas taxas? Isso pode parecer difícil de responder, mas se você considerar o desempenho passado do fundo em comparação com o mercado, isso pode trazer alguma perspectiva. Você também deve ver o quão volátil o fundo tem sido além de seu rotatividade.

Escolhendo fundos de investimento

Critérios para escolher um fundo de investimento te ajudarão a colocar seu dinheiro no lugar certo. (Imagem: Lebow)

Entenda as diferenças entre os tipos de fundos de investimento

Embora existam milhares de fundos diferentes, não existem tantos tipos de fundos. Existem alguns tipos diferentes de fundos mútuos que geralmente se alinham com diferentes metas e objetivos de investimento. Aqui estão alguns exemplos:

Fundos de grande capitalização. Esses fundos investem em empresas grandes e amplamente utilizadas com capitalizações de mercado geralmente no valor de US$10 bilhões ou mais.

Fundos de pequena capitalização. Esses fundos tendem a investir em empresas com capitalizações de mercado entre US$300 milhões e US$2 bilhões.

Fundos de valor. Os fundos de valor consistem em ações que são consideradas subvalorizadas. Essas são normalmente empresas bem estabelecidas, mas são consideradas negociando com desconto. Essas empresas podem muito bem ter baixos índices de preço-lucro ou preço-vendas.

Fundos de crescimento. Os fundos de crescimento investem amplamente em empresas que estão crescendo rapidamente e cujo objetivo principal tende a ser apreciado de capital. Eles podem ter uma alta relação preço / lucro e ter maior potencial de valorização de capital a longo prazo.

Fundos de renda. Alguns fundos pagam renda regular. Isso pode vir na forma de dividendos ou juros, como com estoques de dividendos e fundos de títulos.

Cuidado com as taxas dos fundos de investimentos

É importante estar consciente das taxas, porque elas podem impactar muito seus retornos de investimento. Alguns fundos têm taxas de entrada, cobradas quando você compra ações e outras têm taxas extras, cobradas quando você vende suas ações. Outros fundos são fundos sem taxas; Como você pode esperar, esses fundos não têm taxas extras.

Mas as taxas de carga não são o único tipo de taxa. A outra taxa que atrai muita atenção é a taxa de despesa. Essas taxas geralmente são cobradas anualmente como uma porcentagem de ativos sob gestão. Assim, se você investir R$100 em um fundo mútuo e possui uma taxa de despesa de 1%, será cobrado um real por ano. Com o advento dos fundos de índices e o aumento da concorrência, estamos cada vez mais vendo fundos mútuos com índices de despesa muito baixas e um punhado de fundos mútuos, sem razão de despesa.

Faça sua pesquisa e avalie o desempenho do fundo de investimento

É importante fazer sua pesquisa antes de investir seu dinheiro suado em um fundo mútuo. Além de determinar se um fundo se alinha às suas metas de investimento, você também deve avaliar a qualidade geral do fundo.

Por exemplo, o fundo tem uma forte equipe de gerenciamento com uma longa história de sucesso? Os fundos mais bem-sucedidos criaram máquinas bem oleadas que não dependem necessariamente de uma única pessoa para continuar correndo sem problemas. No mundo da tecnologia, isso é semelhante ao conceito de redundância, onde o fracasso de uma parte não derrubará todo o sistema.

Também é importante cuidar de altos níveis de rotatividade. Isso ocorre quando o gerente do fundo compra e vende títulos com frequência. A principal razão pela qual isso é um problema é porque cria eventos tributáveis. Isso não é um problema se seus fundos forem mantidos em uma conta com vantagem de impostos. Mas para contas tributáveis, altos níveis de rotatividade podem prejudicar seus retornos significativamente.

Essas perguntas trarão contexto para o desempenho geral do fundo. Verifique também o desempenho histórico do fundo. Normalmente bate em sua referência? O fundo é incomumente volátil? Isso ajudará você a saber o que esperar, caso você escolha investir.

Lembre -se de diversificar sua carteira de investimentos

Manter sua carteira diversificada é uma das maneiras mais eficazes de garantir desempenho e estabilidade a longo prazo. Essa é uma das principais razões para o apelo de fundos de mercado de ações total, que possuem pequenas peças de todas as empresas de capital aberto. Às vezes, existem crises que podem afetar um setor inteiro; portanto, investir em todos os setores ajuda a mitigar esse risco.

Você também pode optar por investir em fundos internacionais, títulos, imóveis, fundos de renda fixa e muitos outros tipos de ativos. Tudo isso pode criar uma carteira mais completa e com menor volatilidade.

Mantenha-se focado no crescimento do fundo de investimento a longo prazo

Sim, você pode perder dinheiro em fundos mútuos. Como diz o ditado, “o desempenho passado não garante resultados futuros”. É precisamente por esse motivo que você deve fazer sua pesquisa e considerar se reunir com um consultor financeiro, quando apropriado.

Dito isto, se você fizer sua pesquisa e manter uma carteira bem equilibrada e diversificada, poderá estar confiante em seu potencial de crescer com o tempo.

Embora você certamente possa perder dinheiro em um fundo mútuo, investir em fundos com forte desempenho histórico e gerentes experientes de fundos ajudará a minimizar o risco no curto prazo e maximizar suas chances de crescimento a longo prazo.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário