Para a amortização de financiamentos e empréstimos, existem diversos sistemas diferentes, cada um com suas vantagens e desvantagens. Um desses sistemas é o Sistema Americano de Amortização, também conhecido pela sigla SAA. Vamos conhecer a metodologia de cálculo desse sistema e suas vantagens em relação aos outros.

Sistema americano de amortização e suas vantagens

Quem opta pelo sistema americano de amortização são aqueles que buscam pagar o valor principal do empréstimo sem os juros em uma única parcela. Para que isso aconteça, os juros vão sendo pagos periodicamente ou capitalizados e pagos juntamente com o valor principal, dependendo dos critérios estabelecidos no contrato.

O valor da dívida, dessa maneira, continua constante. Com os juros incidindo sempre sobre o valor da dívida original, facilita na hora de quitar o financiamento ou empréstimo rapidamente. A desvantagem principal é que o pagamento de juros pode durar mais de 100% da dívida na soma dos juros simples, o que significa que você pode pagar mais do que o valor da dívida em si ao continuar pagando os juros. Então, se você não planeja quitar a dívida logo, esse tipo de empréstimo/financiamento não será vantajoso.

Amortização

O sistema de amortização americano deve ser compreendido para que você entenda uma das possibilidades de amortização do mercado. (Foto: Click Habitação)

O que é o sistema de amortização americano: o cálculo

Seguindo o mesmo exemplo dado pela Wikipédia, vamos pegar como exemplo uma dívida para ser quitada em 1 ano com juros de 9% ao mês. No sistema de amortização americano, a dívida evoluiria da seguinte maneira, da 1ª até a a 12ª prestação

1 R$1.170 de juros

3 R$1.170 de juros

4 R$1.170 de juros

5 R$1.170 de juros

6 R$1.170 de juros

7 R$1.170 de juros

8 R$1.170 de juros

9 R$1.170 de juros

10 R$1.170 de juros

11 R$1.170 de juros

12 R$13.000 de amortização, R$1.170 de juros

Ao longo de 12 meses, você terá pago um total de R$14.040,00 de juros, e a dívida só será quitada com o pagamento dos R$13.000,00 ao final do período, dando um total de R$27.040,00 da dívida somada com o principal pago. Isso dá mais de 100% sobre o valor total da dívida. Porém, nesse sistema, você pode reduzir o principal sobre o qual os juros são calculados ao quitar parte da dívida antes do término do contrato.

O sistema americano de amortização – SAA – vale a pena?

Se você está planejando quitar a dívida muito rapidamente, esse sistema pode ter uma das menores taxas de juros possíveis. Por exemplo, se você tiver o dinheiro para quitar a dívida na metade do caminho, você pagará metade dos juros do que havia planejado, o que pode valer muito a pena.

Agora, se no seu planejamento não há uma ideia de quando poderá pagar seu empréstimo ou financiamento no curto prazo, esse tipo de sistema de amortização pode ser muito desvantajoso, pois você pode acabar pagando muito mais do que o valor que pegou empréstado, o que pode significar juros de até 100% sobre o principal.

Qual o melhor sistema de amortização?

Sempre que você tiver a opção de escolher entre diferentes sistemas de amortização, a melhor forma de fazê-lo é pesquisando bastante e fazendo cálculos para comparar os diferentes sistemas. Por exemplo, sistema PRICE de parcelas fixas pode ser melhor para quem quer pagar parcelas iguais ao longo do tempo, enquanto o SAC pode ser melhor para quem não se importa em pagar parcelas maiores no começo do calendário de pagamentos. Tudo dependerá de uma análise minuciosa e comparação, algo que pode ser feito facilmente com planilhas e calculadoras online.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)