Os 6 melhores investimentos para iniciantes

Em Educação financeira por André M. Coelho

Com o mercado de ações e aparentemente todas as outras avaliações de ativos, iniciantes podem estar ansiosos para mergulhar seus dedos para as águas dos investimentos.

Mas antes de fazer qualquer investimento, é importante que novos investidores saibam qual é a sua tolerância para o risco. Certos investimentos carregam mais risco do que outros e você não quer se surpreender depois de ter feito o investimento.

Abaixo, reunimos as 5 melhores ideias de investimentos para iniciantes.

1. Investimentos para iniciantes em contas poupança e atreladas ao CDI

Esta pode ser uma das maneiras mais simples de impulsionar o retorno do seu dinheiro acima do que você está ganhando em uma conta corrente típica.

Principalmente as contas de alto rendimento atreladas ao CDI (que são frequentemente abertas por meio de um banco on-line), tendem a pagar juros mais altos em média do que as contas de poupança padrão, enquanto ainda dão aos clientes acesso regular ao seu dinheiro.

Este pode ser um ótimo lugar para estacionar dinheiro que você está economizando para uma compra nos próximos dois anos ou apenas segurando em caso de emergência. Ideal para quem está começando e não quer ou não pode se expor muito ao risco.

2. Investimentos em certificados de depósito (CDs)

Os CDs são outra maneira de ganhar juros adicionais sobre suas economias, mas amarrarão seu dinheiro por mais tempo do que uma conta de poupança de alto rendimento. Você pode comprar um CD para diferentes períodos de tempo, como seis meses, um ano ou até cinco anos, mas normalmente não pode acessar o dinheiro antes que o CD tenha chegado ao seu prazo.

Estes são considerados extremamente seguros, e você poderá ser segurado neste tipo de investimento.

Investimentos para iniciantes

Iniciantes precisam decidir em bons investimentos para ter melhores resultados, aumentando assim a motivação. (Imagem: Ramit Sethi)

3. Investimentos de Renda Fixa para iniciantes

Esta pode ser uma das maneiras mais simples de começar a investir e vem com alguns grandes incentivos que poderiam beneficiá-lo agora e no futuro. Os investimentos de Renda Fixa, principalmente aqueles que estão em algum fundo, são ótimas ferramentas de poupança, porque são automáticos depois de fazer suas seleções iniciais e permitir que você investisse consistentemente ao longo do tempo.

Investindo em fundos de Renda Fixa, você ainda terá alguma diversificação, protegendo melhor seus bens na sua carteira de investimentos.

4. Fundos mútuos para iniciantes

Os fundos mútuos dão aos investidores a oportunidade de investir em uma cesta de ações ou títulos (ou outros ativos) que eles podem não ser capazes de construir facilmente por conta própria.

Os fundos mútuos mais populares rastreiam índices como o S&P 500, Nasdaq, Bovespa, entre outros.

5. Investimentos em ETFs

Os fundos negociados na bolsa, ou ETFs, são semelhantes aos fundos mútuos, pois possuem uma cesta de valores mobiliários, mas eles negociam ao longo do dia da mesma forma que uma ação seria. ETFs não vêm com os mesmos requisitos mínimos de investimento que os fundos mútuos.

Os ETFs podem ser comprados pelo custo de uma ação e quaisquer taxas ou comissões associadas à compra, embora você possa começar ainda menos se o seu corretor permitir o investimento fracionário da ação.

6. Investimentos em ações para iniciantes

A compra de ações em empresas individuais é a opção de investimento mais arriscada discutida aqui, mas também pode ser uma das mais gratificantes. Mas antes de começar a fazer negócios, você deve considerar se comprar uma ação faz sentido para você.

Pergunte-se se você está investindo para o longo prazo, o que geralmente significa pelo menos cinco anos, e se você entende o negócio que você está investindo. Os estoques custam a cada segundo do dia de negociação e, por causa disso, as pessoas geralmente se atrapalham a mentalidade de negociação de curto prazo quando possui ações individuais.

Mas uma ação é uma participação parcial em um negócio real e com o tempo em que sua fortuna se levantará com a da empresa subjacente que você investiu. Se você não sentir que tem a experiência ou estômago para montá-lo com ações individuais, considere tomando a abordagem mais diversificada oferecida por fundos mútuos ou ETFs.

O que novos investidores devem considerar ao começar os investimentos?

Vamos aos principais elementos que novos investidores precisam considerar antes de começar a investir:

1. Tolerância ao risco

Antes de começar a investir, você vai querer entender sua própria tolerância pelo risco. Investimentos voláteis, como ações, podem tornar algumas pessoas muito desconfortáveis ​​quando se declinam, o que pode fazer com que você veja o pior tempo possível. Conhecer sua tolerância ao risco ajudará você a escolher quais investimentos são mais adequados para você.

2. Objetivos financeiros

Estabelecer metas de curto e longo prazo que você deseja alcançar através da economia e investimento. Entender suas metas irá ajudá-lo a desenvolver um plano sólido.

3. Ativo ou Passivo

Você também precisará decidir se você gostaria de ser um investidor passivo ou um ativo. Um investidor passivo possui um ativo como fundos mútuos diversificados ou ETFs que cobram taxas baixas, enquanto um investidor ativo pode escolher investimentos individuais ou fundos mútuos que visem superar o mercado. Estudos mostraram que o investimento passivo tende a superar o investimento ativo ao longo do tempo.

4. Faça você mesmo ou contrate alguém

Você também pode optar por gerenciar seus próprios investimentos por meio de um corretor on-line ou contratar um consultor financeiro (ou Robo-Advisor) para ajudá-lo. Você provavelmente incorrerá em custos mais baixos, se você fizer isso sozinho, mas um conselheiro pode ser útil para aqueles apenas começando.

5; Impostos

Se você possui investimentos em uma conta individual ou conjunta, provavelmente precisará pagar impostos sobre os juros, dividendos e ganhos de capital que você ganha. Você pode evitar esses impostos por possuir investimentos em contas de aposentadoria favorecidas por impostos.

Quanto dinheiro eu preciso para começar a investir?

A boa notícia é que você não precisa de muito dinheiro para começar a investir. A maioria dos corretores on-line não tem um mínimo de contas para começar e alguns oferecem informações fracionárias para aqueles que começam com quantidades de pequenos dólares.

Por apenas alguns reais, você pode comprar ETFs que permitem construir uma carteira diversificado de ações. As plataformas de micro-investimento permitirão até mesmo redirecionar compras feitas por meio de um cartão de débito como uma maneira de começar a investir.

Se você está apenas começando no mundo de investimento, certifique-se de considerar sua tolerância ao risco e quais são seus objetivos financeiros antes de cometer dinheiro para um investimento. Alguns investimentos, como contas de poupança de alto rendimento, permitem acesso rápido ao dinheiro se surgirem emergências. Enquanto isso, as ações provavelmente devem fazer parte de um plano de investimento a longo prazo.

Muitos investidores iniciais também se voltam para os robôs de investimentos, onde um algoritmo seleciona e gerencia automaticamente uma carteira diversificada para você, com base em suas necessidades financeiras individuais e apetite por risco.

Está começando a investir e tem dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos ajudar!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário