Notas falsas são um mal que afeta o mundo há muito tempo. E a cada ano que passa, governos tentam criar mais ferramentas para impedir que a falsificação continue. Mas o maior inimigo dessa luta é a falta de informação por parte da população sobre como identificar uma nota falsa.

Além das notas falsas, temos também as notas “pintadas” de rosa/lilás, aquelas que foram roubadas de um caixa eletrônico. Neste caso, você não deve aceitar a nota e denunciar para a polícia na hora, independente da quantidade da mancha encontrada.

Alguns procedimentos são precisos para identificar notas falsas.

Marca D’Água

Observando a nota contra a luz, você será capaz de identificar uma imagem que só aparece nessa situação, em uma variação de tons claros e escuros. Na família antiga do real, as imagens que aparecem são:

  • R$50,00 e R$100,00: figura da República;
  • R$1,00, R$5,00 e R$10,00: figura da República ou a Bandeira Nacional;
  • R$2,00: tartaruga marinha com o número 2;
  • R$20,00: mico-leão-dourado com o número 20.

Já na família mais recente, lançada em 2010:

  • R$50,00: figura da onça-pintada e número 50;
  • R$100,00: figura da garoupa e número 100.
Identificando notas falsas

Notas falsificadas se tornam cada vez mais comuns. Com os cuidados certos, você pode impedir-se de cair em algum golpe e tomar um grande prejuízo. (Foto: www.rota83.com)

Imagem latente/Número escondido

Na primeira família do real, no lado onde está contida a numeração da cédula, você deve observar o canto inferior esquerdo na altura dos olhos e sob luz as letras “B” e “C”. Já nas notas mais novas, aparecerá um indicativo do valor da nota no retângulo do lado direito.

Símbolo das Armas Nacionais/Faixa holográfica

Nos dois lados das cédulas antigas há um símbolo das Armas Nacionais, que devem se ajustar exatamente ao mesmo desenho do outro lado. Nas cédulas novas, ao movimentar a nota, um dos efeitos acontece:

  • R$50: o número 50 e a palavra REAIS se alternam, a figura da onça fica colorida, e na folha aparecem diversas cores em movimento;
  • R$100: o número 100 e a palavra REAIS se alternam, a figura da garoupa fica colorida, e no coral aparecem diversas cores em movimento.

Impressão e o alto-relevo

Ao sentir as notas antigas com os dedos, você verá que o papel legítimo é menos liso que papel comum. E na figura da república, onde está escrito BANCO CENTRAL DO BRASIL e nos números do valor da cédula haverá também alto-relevo. Nas notas novas, você sentirá o alto relevo nas legendas REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, no numeral do canto inferior esquerdo, no numeral do canto superior direito (somente nas notas de 50 e 100 reais), nas extremidades laterais da nota, e, apenas para notas de R$20, R$50 e R$100 e no verso, na legenda BANCO CENTRAL DO BRASIL, na figura do animal e no numeral.

Fio de segurança

As cédulas apresentam um pequeno fio preto. Na nova família, esse fio pode conter escritos e na antiga, ele parece estar “dentro” do papel.

Compare

Sempre que possível, compare duas notas para ter certeza da legitimidade. Sempre que suspeitar que possa estar com uma nota falsa, faça um boletim de ocorrência no mesmo momento, registrando inclusive de quem você a obteve. Todo cuidado é pouco com seu dinheiro.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)