O Brasil é um dos países líderes no ranking da burocracia e agora está criando mais um número para identificar as pessoas no SUS, o Sistema Único de Saúde. Não é novidade pra ninguém que a burocracia, a corrupção e a total de falta de organização torna o SUS muito ineficiente e inútil para grande parte dos brasileiros que são obrigados a pagar planos de saúde particular. Nem é preciso tocar no ponto da enorme quantidade de impostos que pagamos sem ter o retorno devido do estado.

Mas a motivação deste artigo é questionar a criação de mais um número e um cartão para identificar as pessoas no SUS. Porque não usar o CPF mesmo? Já temos número de identidade, número da carteira de motorista, do PIS, da carteira de trabalho e vários outros. Pra que criar mais um e complicar ainda mais? Porque o atendimento não pode ser feito apenas com o CPF e o cadastro compartilhado para todos os estados? Porque o Cartão Nacional de Saúde tem que existir e ter mais um número?

A adoção de um cartão é mais um custo que talvez pudesse ser evitado, isso sem contar todo o trabalho e a piora no serviço até a adequação do sistema. A televisão mostra notícias de que ninguém precisa ir a um posto de saúde ou hospital apenas para fazer o cartão do SUS e ainda mostra transeuntes felizes dizendo que o cartão fica pronto rapidinho, na hora! Quem duvida que esta é nada mais que uma nova jogada política para sair bem na foto nas próximas eleições, afinal o PT também precisa fazer algo pela saúde, certo?

Cartão Nacional de Saúde - SUS

Porque mais um cartão e um número?

Agora imagine você ter que fazer o cartão “na hora” enquanto espera por um atendimento de urgência? Parece absurdo mas é extremamente provável que isto vá acontecer, pois absurdos maiores acontecem nos hospitais do Brasil. E tem mais: os noticiários dizem que mesmo quem tem plano de saúde particular precisa fazer o cartão! Pra que?

Recentemente num artigo aqui do site sobre não pagar mais imposto de renda um jornalista desabafa para a questão da corrupção e mau uso do dinheiro público. Gastar dinheiro aumentando a burocracia ao invés de usa-lo para melhorar a qualidade dos hospitais e principalmente melhorar a gerência do dinheiro é mais um motivo para o desânimo com a carga tributária.

O que você acha? Precisa mesmo de mais um número no cartão? Tem algum motivo técnico para isto?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)