Quem lida com o mercado de ações ou tem que gerir uma carteira de investimentos, precisa acompanhar constantemente as atualizações do mercado, as altas e baixas, as notícias internacionais e muito mais. A maioria das boas ferramentas para acompanhar carteira de ações é paga. Porém, o Google tem a ferramenta Google Finance, que é uma plataforma financeira integrada muito completa para te ajudar a acompanhar seus investimentos.

O que é o Google Finance?

O Google Finance é um serviço do Google, tal como o Gmail ou o Google notícias. No Google Finance, é possível acompanhar notícias e usufruir de ferramentas financeiras. Entre as ferramentas disponíveis no Google Finance está um recurso para criar carteiras de ações e acompanhar o desempenho global de seus investimentos. Embora não seja tão sofisticado como alguns softwares comerciais, tem vários benefícios para os investidores.

A integração do Google Finance

Todo investidor quer um software de carteira de ações multiplataforma, que você possa usar de onde estiver. O Google Finance está disponível para uso no seu navegador e também em aplicativos para smartphones. Inclusive, se você usar o serviço Google Now, terá acesso aos cards (resumos de informações) do Google Finance, onde você pode acompanhar notícias e o desempenho de seus investimentos constantemente.

Motivos para usar o Google Finance

Principalmente par ao investidor iniciante, o Google Finance é um ótimo aliado na busca de uma gestão mais eficiente da carteira de investimentos. (Foto: larl.org)

A ferramenta de criação de portfólio de investimentos

Originalmente, o Google Finance só permitia que você acompanhasse as ações individualmente. Desse jeito, não havia como acompanhar o desempenho de uma carteira de ações usando o Google Finance de forma prática. A ferramenta de acompanhamento de carteira permite a você adicionar várias ações em quantidades variáveis ​​e acompanhar o valor global ao longo do tempo. Você também pode manter um caixa total de qualquer dinheiro que você depositou com um corretor, mas ainda não investiu em ações, ou outros investimentos.

Embora seja possível adicionar manualmente as transações a seu portfólio de ações, o Google Finance é compatível com diversos aplicativos relacionados a finanças. Você pode importar de planilhas e arquivos de texto detalhando suas transações em CSV e OFX a partir de aplicativos como o Microsoft Excel. Se sua corretora de valores fornece esses arquivos, você pode economizar tempo adicionando transações e evitando erros de digitação na informação. Você também pode baixar um registro de suas transações ou o estado atual da sua carteira em CSV ou OFX pelo próprio Google Finance, se quer ter um controle mais detalhado das ações.

Acompanhando notícias pelo Google Finance

Quando você visitar a seção Minha Pasta do Google Finance, você receberá automaticamente uma lista de notícias sobre as empresas em que você está investindo. Isso evita ter de procurar manualmente através de ferramentas como o Google Notícias ou sites específicos de notícias. Você também pode ver uma lista de eventos, tais como relatórios de lucros e teleconferências para suas ações e pode clicar para adicioná-las a sua Agenda Google, se você tiver uma.

Tabelas, gráficos e muito mais

Google Finance inclui uma ferramenta de gráficos para carteira de investimentos. Isso gera um gráfico que compara as mudanças proporcionais no valor total de sua carteira ao longo do tempo contra as dos principais índices, incluindo o Dow Jones, Standard and Poor’s, NASDAQ, Ibovespa e mais. Você também pode comparar sua carteira contra as mudanças proporcionais em uma ação específica.

No menu do Google Finance, você tem as opções de fazer diferentes carteiras de investimentos, escolher as ações que quer acompanhar, escolher as empresas de quais áreas de atuação você quer acompanhar e muito mais.

Como criar uma carteira de investimentos no Google Finance?

Para usar o Google Finance, você precisa criar uma conta do Google. Este é um processo simples que é gratuito e leva menos de um minuto. Assim que tiver uma conta, você deve acessar o site do Google Finance ou baixar o aplicativo em seu smartphone ou tablet Android, para poder criar uma carteira de investimentos no Google Finance.

Para criar um portfólio, você simplesmente clica no link portfólios ou ações que aparece no menu do aplicativo ou no site do Google Finance. Em seguida, clique em Criar uma Carteira. Assim que você tiver criado e nomeado o seu portfólio, você pode começar a adicionar ações e fundos mútuos. Pela tela de acompanhamento de ações, é possível também adicionar e filtrar as ações, de acordo com seus critérios para investimentos.

O vídeo abaixo está em inglês, mas pode ajudar bastante (visualmente) para aprender a usar o Google Finance.

Se você já tem alguma conta do Google, basta ir ao Google Finance, fazer login em sua conta e clicar em Portfólios. Você vai ir para uma página intitulada Meus Portfólios. Siga as instruções na página para adicionar ações ou fundos para a sua carteira, incluindo também depósitos e saques. Clique o nome da empresa ou fundo que quer acompanhar e o Google vai te dar a sugestão para adicionar. Depois, basta verificar se você está acompanhando a empresa no mercado certo, pois muitas empresas tem atuação em mercados de ações estrangeiros, e podem te confundir.

Outra maneira de usar o Google Finance é participar de grupos de discussão. Os grupos de discussão contém opiniões e informações de usuários do Google Finance relacionadas com ações ou grupos específicos. Qualquer pessoa pode ler o conteúdo em qualquer discussão particular. Mas, para participar de uma discussão, o Google requer que você tenha uma conta e complete uma carteira Google Finance. Assim, você obtém importantes informações sobre investimentos no Google Finance, te fazendo um investidor muito melhor informado e com uma carteira multiplataforma.

Você usa o Google Finance para acompanhar investimentos? Que dicas tem para outros usuários?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)