Uma oferta pública inicial ou IPO, como é mais comummente chamada, é o processo pelo qual as empresas vão do privado ao público e vendem ações da empresa. Os IPOs não acontecem durante a noite e exigem muito esforço para acontecer. São através desses eventos que uma empresa faz a abertura de seu capital. Porém, o capital também pode ser aberto a investidores específicos, em um processo fechado e não necessariamente regulado. Mas vamos começar explicando um pouco sobre o os IPOs.

O que é um IPO?

Se uma empresa quiser vender ações para o público em geral, ela realiza um IPO. Ao fazê-lo, uma empresa passa do status de privada (sem acionistas) para pública (uma empresa com acionistas).

As empresas privadas podem ter acionistas, mas são poucos em número e eles e a empresa não estão sujeitos a regulamentação do Governo. Isso muda dramaticamente com um IPO, como veremos mais adiante. Um IPO geralmente leva três a quatro meses desde o início até o primeiro dia de negociação em uma Bolsa de Valores.

Abertura de capital: o significado de tornar sua empresa pública

A abertura de capital é simplesmente um movimento para ganhar dinheiro. A ideia é levantar fundos e ter mais liquidez ou dinheiro na mão vendendo ações publicamente. O dinheiro pode ser usado de várias maneiras, como para reinvestir na infraestrutura da empresa ou expandir o negócio.

Um benefício adicional de emissão de ações é que eles podem ser usados ​​para atrair candidatos da alta administração através da oferta de benefícios como planos de opções de ações.

Outra vantagem do benefício público é que as ações podem ser usadas em negócios de fusão e aquisição como parte do pagamento. Há também os direitos de prestigio para algumas empresas ao serem listadas em uma grande bolsa de valores.

Abertura de capital da empresa

A oferta pública de ações ou IPO é a abertura de uma empresa mais conhecida, mas há outras maneiras de abrir o capital de sua companhia para investidores externos. (Foto: The Economic Times)

Passo a passo para abertura de capital

A empresa vai contratar um banco de investimento ou bancos, para lidar com o IPO. É possível que uma empresa venda ações por conta própria, mas, na realidade, isso nunca acontece.

Os bancos de investimento podem trabalhar sozinhos ou em conjunto em um IPO, com um assumindo a liderança. Geralmente, eles formam um grupo de bancos ou investidores para espalhar o financiamento – e o risco para o IPO.

Os bancos enviam propostas para as empresas publicarem quanto dinheiro a empresa fará no IPO e com o que o banco irá tirar nesse lançamento. O processo de um banco de investimento que gerencia um IPO é chamado de subscrição.

Quando um banco de investimento eventualmente é contratado, a empresa e o banco de investimento falam sobre quanto dinheiro eles pensam que eles vão aumentar a partir do IPO, o tipo de títulos a serem emitidos e todos os detalhes no acordo de subscrição.

Depois que a empresa e o banco de investimento concordarem com um acordo de subscrição, o banco junta uma declaração de registro a ser arquivada nos órgãos de fiscalização.

Esta declaração contém informações detalhadas sobre a oferta e as informações da empresa, tais como demonstrações financeiras, histórico gerencial, quaisquer problemas legais, onde o dinheiro deve ser usado e quem possui ações antes que a empresa se torne pública.

Os órgãos de fiscalização investigarão a empresa para se certificar de que todas as informações enviadas são corretas e que todos os dados financeiros relevantes foram divulgados.

Se tudo estiver bem, a fiscalização trabalhará com a empresa para definir uma data para o IPO. Após a aprovação para o IPO, o subscritor deve reunir um prospecto; ou seja, todas as informações financeiras sobre a empresa que está fazendo o IPO para finalmente, poder dar início ao processo de IPO na Bolsa de Valores.

Como se faz dinheiro na abertura de capital de uma empresa?

Um banco ou grupo de bancos coloca o dinheiro para financiar o IPO e “compra” as ações da empresa antes de serem realmente cotadas em bolsa de valores. Os bancos fazem o lucro na diferença de preço entre o que pagaram antes do IPO e quando as ações são oficialmente oferecidas ao público.

A concorrência entre os bancos de investimento para lidar com um IPO pode ser feroz, dependendo da empresa que está se tornando pública e do dinheiro que o banco pensa que fará no negócio.

Já a empresa faz dinheiro com o valor que recebe dos bancos de investimento e da venda das ações, pelo menos em porcentagem. Esses recursos são usados para reinvestir na companhia e ajudar no seu crescimento.

Cuidados com o IPO

Para tentar aumentar o interesse no IPO, o subscritor leva o prospecto e o apresenta a potenciais investidores. Isso é chamado de road show no mercado financeiro. Estas podem acontecer em viagens ao redor do mundo -ou podem ser apresentações de vídeo ou pela internet.

Se um potencial investidor gosta do IPO, os subscritores podem legalmente oferecer-lhes ações no preço que eles eventualmente definiram antes que o estoque seja listado em uma Bolsa de Valores. Isso é chamado de alocação de IPO.

Os road shows são geralmente para investidores institucionais maiores, como fundos de investimento em vez de um investidor individual.

Como o valor de um IPO é determinado?

À medida que a data do IPO se aproxima, o subscritor e a empresa decidem sobre o preço. Isso pode depender da empresa, do sucesso do road show e das condições atuais do mercado. Até mesmo o cenário geopolítico pode influenciar no valor de um IPO, e basta apenas um rumor no dia anterior ao IPO para estragar o preço estimado para a venda das ações.

Como os investidores entram em um IPO?

Para pequenos investidores, é quase impossível obter qualquer tipo de alocação de IPO. Eles geralmente tem que esperar até que a ação seja listada na Bolsa, a menos que eles tenham uma conta muito grande com o banco ou instituições fazendo a subscrição. Só então eles receberiam algumas ações.

Muitos especialistas do mercado dizem que os pequenos investidores devem esperar e se abster de comprar imediatamente ações de um IPO. Isso ocorre porque no primeiro momento, investidores de grande capital estão comprando ações que elevam os preços. Os investidores menores são aconselhados a aguardar alguns dias para que o preço das ações se estabilize em valores mais realistas.

O que acontece legalmente quando uma empresa se torna pública?

A empresa cai sob as diretrizes dos órgãos de fiscalização financeira. Isso significa que terão que seguir regras estritas, e divulgar quaisquer mudanças nas estruturas da companhia. Terão também que divulgar o seu estatuto financeiro numa base regular e ficar sob vigilância pelos órgãos de fiscalização sobre as suas práticas comerciais, além de ter de realizar reuniões de acionistas.

Como abrir o capital de uma empresa sem um IPO?

Uma empresa pode abrir seu capital sem realizar um IPO ao abrir a venda de parte da empresa para investidores externos. Nesse caso, a empresa estará vendendo uma parcela de seus lucros e até o controle acionário para o investidor que, em troca, aplica capital na empresa para seu crescimento continuar. É uma ótima opção para empresas que não atendem aos requisitos de um IPO e precisam receber investimentos para continuarem crescendo.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder o quanto antes!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)