De acordo com o próprio site, o Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) é composto de cooperativas singulares e centrais de crédito e a Confederação Nacional de Cooperativas de Crédito do Sicoob – Sicoob Confederação, como entidades cooperativas que visam à solidez e à fortificação dos processos operacionais e de controles. Resumindo, temos um grupo financeiro que busca fortalecer as cooperativas de crédito ao redor do Brasil.

O Banco Cooperativo do Brasil S/A (Bancoob) e o Fundo Garantidor do Sicoob (FGS) são entidades não-cooperativas e exercem funções importantes e complementares no que tange à operacionalização dos processos e à qualidade dos serviços financeiros necessários às atividades do cooperado. Temos então uma instituição centralizadora de alguns processos e trâmites que busca a facilitação do acesso ao crédito diferenciado a taxas mais competitivas e acessíveis àquele que quer incentivar este tipo de instituição financeira ou que vê nas cooperativas uma chance de melhores condições de pagamento e financiamentos.

A missão aqui é dar ao cooperado, ou seja, aquele que é o cliente do sistema cooperativo e verdadeiro dono do banco cooperativo, as melhores opções e condições de acordo com seus interesses individuais e em conjunto com outros cooperados. O sistema cooperativo é sempre uma motivação ao senso de comunidade e de grupo e tem recebido muitos incentivos por parte do governo para sua expansão.

Cooperativas de crédito

O Sicoob visa fortalecer as cooperativas de crédito no Brasil através de uma centralização de apoio aos processos financeiros por elas estabelecido. (Foto: radiopiratuba.com.br)

No caso daqueles que já são clientes Sicoob ou tem de fazer o pagamento de um boleto já vencido do Sicoob, é necessária uma atualização do mesmo, ou seja, a emissão de uma segunda via do boleto para correção automática de valores e datas para pagamento em qualquer banco com a data atual, uma vez que os bancos não podem aceitar boletos bancários vencidos de outras instituições.

Para fazê-lo, a pessoa deve primeiramente acessar este link e ter o boleto em mãos. Na primeira opção, você pode inserir os dados do boleto, constituídos pelo número “Cooperativa contratante/código cedente” e o “Nosso número”, presentes em sua boleta. Na segunda opção, você pode atualizar o boleto pela linha digitável que se encontra na parte superior de seu boleti. No caso de perda do boleto ou não tê-lo em mãos, é necessário contatar o estabelecimento emissor da conta para obtenção da segunda via. Simples não?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)