A poupança integrada é um serviço que o mercado financeiro está oferecendo para garantir uma maior facilidade de uso de serviços como depósitos e o rendimento de poupanças. Mas o que é a poupança integrada? Como ela funciona? Entenda e veja como tirar o melhor proveito possível desse serviço.

O que é poupança integrada?

A poupança integrada é um serviço que bancos oferecem vinculado uma conta poupança a uma conta corrente. A partir dessa integração, um correntista pode, com facilidade, fazer depósitos e resgates em sua conta poupança sem a necessidade de abrir uma conta nova para isso, movimento a conta normalmente em agências, pelo autoatendimento, Internet Banking e aplicativos do celular.

Conta corrente com poupança integrada vale a pena?

Para operar uma conta poupança integrada, uma vantagem é que não é necessário um valor mínimo de depósito. O resgate de investimentos é mais prático e rápido, e não há o pagamento de impostos para a poupança integrada. Uma poupança integrada possibilita a movimentação unificada pela conta corrente. O número de conta da poupança integrada é o mesmo número da conta corrente, bastando fazer a transferência para a poupança para fazer o uso.

Esse serviço pode valer a pena para quem tem uma boa organização financeira e não vai usar os recursos da poupança normalmente, e será mais responsável nesse uso. Porém, quem não tem muita disciplina financeira ou que corre um risco maior de usar os recursos da poupança pode não se beneficiar desse tipo de conta, já que o propósito de uma poupança é começar a economizar.

Vale lembrar que se você usa o serviço de poupança integrada, o serviço da conta corrente geralmente será pago, o que torna a “gratuidade” que muitos bancos vendem aos seus clientes de contas integradas uma mentira.

Conta integrada

A poupança integrada conecta uma conta corrente a uma conta poupança, facilitando a realização de transações e claro, facilitando suas economias. (Foto: Hustler Money Blog)

E se eu não quiser uma poupança integrada, tenho outras opções?

Sim, várias opções, inclusive. Muitos bancos e instituições financeiras oferecem contas de investimento integradas a conta corrente com outros tipos de rendimento, como o CDB. Essas contas, inclusive, rendem mais do que a poupança e dependendo de sua situação financeira, podem também ser isentas de impostos. É inteligente diversificar os investimentos e optar por mais de um tipo além da poupança, para que você tenha um rendimento melhor e proteja seus recursos de riscos.

Organizar seus recursos em contas separadas pode ser melhor

Principalmente para quem está fazendo uma conta para um fundo de emergência ou para uma finalidade específica, pode ser uma boa ideia separar as contas ao invés de integrá-las. Dessa maneira, há uma maior disciplina financeira para evitar gastos desnecessários ou que você entre no seu fundo de emergência ou economias sem necessidade. Talvez ter uma conta em uma corretora e uma conta em um banco seja até melhor do que uma conta integrada, e um serviço que se torna mais lógico para um melhor desempenho financeiro.

Esperamos ter ajudado a entender melhor as contas integradas e seu funcionamento. Se ainda ficou alguma dúvida, deixem nos comentários suas perguntas. Também deixem suas sugestões, elogios e críticas. Sua participação contribui muito para o crescimento de nosso blog e para que possamos trazer informações cada vez mais relevantes para vocês.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)