O parcelamento é realmente sem juros?

Escrito na categoria "Educação financeira" por André M. Coelho.

A resposta curta e direta para esta pergunta é que nunca existe um parcelamento efetivamente sem juros. Agora, fica a questão: por que as lojas vendem tantos produtos e serviços como sendo sem juros?

Primeiro porque o marketing de um produto sem juros parcelado em trocentas vezes é muito sedutor para o consumidor que, muitas vezes enganado, opta por parcelar porque estará pagando o mesmo valor que na compra a vista. Tal tentação complica a vida de muitos brasileiros, que vão parcelando cada vez mais bens nos cartões, se endividam e acabam entrando em uma espiral de débitos da qual é muito difícil fugir.

Junto com essa pequena armadilha, muitas empresas também oferecem os cartões fidelidade e que funcionam como crédito também. Sem ter muito conhecimento financeiro, o consumidor começa a fazer vários destes e, por impulso, gasta muito mais do que deveria. Ele não estabelece uma porcentagem mensal do salário para financiamentos e se engana, pensando que todos eles parcelados não pesarão no bolso.

Dinheiro bem investido

Existe no congresso um projeto de lei que visa acabar com a propaganda dos parcelamentos sem juros, que são uma ilusão e podem ludibriar o consumidor a investir seu dinheiro de formas prejudiciais a suas finanças. (Foto: jangadeiroonline.com.br)

Na maior parte das vezes, o consumidor que opta por sempre parcelar as compras, não tem a disciplina para fazer um fundo emergencial para problemas financeiros. Então, quando ele mais precisar de uma sobra no fim do mês, esta mesma será direcionada para cobrir os gastos com os parcelamentos. Estresse, falência, necessidade de empréstimos e muitos outros problemas podem resultar desse mal planejamento.

Então caros amigos, prestem bastante atenção nos parcelamentos que as lojas estão vendendo e como isso irá impactar em suas finanças. Se você compra roupas todos os meses, fazer um cartão fidelidade parcelando o mínimo possível de compras é uma excelente opção. No momento em que você ver que sua disciplina ou parcelas estão consumindo muito mais do seu salário do que antes, é o momento de repensar nos gastos.

Não digo que você não deva parcelar, aproveitando a ilusão da ausência de juros. Mas saber disso fará uma diferença na hora de ponderar sobre seus gastos e os recursos disponíveis para investimentos em bens e serviços.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

2 comentários para: “O parcelamento é realmente sem juros?”

  • Elair D.soares

    Recebi o cartão novo já com gastos feitos, necessito o total que devo pra acertar.agradeço pela tenção.

    Responder
    • Equipe Crédito ou Débito

      Elair, entre em contato direto com a empresa pelo telefone impresso na parte traseira do cartão.

      Responder

Deixe um comentário