Empresas de processamento de cartão de crédito e cartão de débito desempenham um papel fundamental no funcionamento de uma rede. São empresas com Cielo, Rede, GetNet, Bin, Pagseguro, PayPal, MercadoPago, e muitas outras espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Elas servem como intermediários nas transferências de fundos entre os vendedores e emissores de cartões de crédito, tais como Visa, Mastercard, Diners, Elo, Amex, e milhares de bandeiras pelo mundo afora.

Enquanto alguns emissores de cartões têm suas próprias divisões de processamento de pagamentos via cartão de crédito ou débito, muitas administradoras de máquinas de cartões de crédito independentes também existem, e executam um excelente trabalho. Em troca do serviço de transferência de fundos que eles fornecem, empresas de processamento de cartão recebem uma percentagem do que o cliente paga o comerciante. A taxa ou tarifa é subtraída do valor da compra, e o restante é remetido a conta de um comerciante.

E não é só a taxa ou tarifa que é cobrada. Algumas máquinas de cartão tem mensalidades, taxas de adesão, taxas de cancelamento, e custos além das tarifas por cada produto ou serviço vendido. Uma máquina mais barata na mensalidade, pode ser mais cara nas tarifas, ou ter um serviço de má qualidade. Como comparar então a máquina de cartão mais barata, mas sem perder a qualidade? Por partes.

Como escolher máquina de cartão boa e barata

Ao escolher uma máquina de cartão de crédito, faça a escolha por uma empresa com bom serviço e uma máquina que raramente sai do ar, ou você perderá vendas importantes. (Foto: canadacardprocessing.com)

Máquina de cartão pessoa física ou empresa: obrigatoriedade de conta

Antes de ter uma máquina de cartão, você precisa abrir uma conta corrente em um banco de sua escolha. Se for uma conta empresarial, você pode receber benefícios especiais. Por exemplo, tem bancos que oferecem máquinas de cartão com taxas e mensalidades mais baratas, bastando apenas que você tenha conta no banco. Pesquise, mas leve em consideração o preço do pacote de serviços do banco na hora de comparar os custos de máquinas de cartão, somando aos custos fixos da máquina (mensalidade, aluguel, adesão, etc).

O que isso influencia no preço da máquina de cartão? Uma máquina mais barata pode exigir que você tenha um tipo de conta específica, como conta empresarial em um banco X ou Y. Se o pacote de serviços do banco for muito caro, poderia ser melhor pegar uma máquina mais cara e uma conta mais barata, resultando em menores custos ao vendedor e, consequentemente, menores preços para o consumidor.

Juros da máquina de cartão

Ao parcelar compras para seus clientes, sempre haverá juros. Mesmo um parcelamento sem juros, tem juros. O que você tem que considerar é a empresa que oferece os menores juros para parcelamentos, e a maior quantidade de parcelamentos. Quanto mais opções para os clientes, melhor.

Você tem que se preparar também para possíveis adiantamentos que possa precisar. Todas as empresas administradoras de máquinas de cartão de crédito possibilitam que seus clientes “saquem” o dinheiro antes do prazo mínimo estabelecido, geralmente de 15 dias. Mas isso tem um custo. Quanto menor o custo, melhor.

O que isso influencia no preço da máquina de cartão? Na grande maioria das vezes, uma máquina de cartão barata tem juros mais altos par parcelamentos, e/ou juros/taxas mais altos para adiantamentos. Mesmo com o melhor planejamento financeiro do mundo, separando um capital de giro muito bom, emergências acontecem e você pode precisar de fazer o adiantamento. Nesses momentos, a máquina barata pode se provar um custo muito grande para o seu negócio.

Prazos para pagamentos da máquina de cartão

Ao receber pagamentos por crédito, as máquinas de cartão só depositam o dinheiro na sua conta após um prazo X. Para pagamentos por débito, o dinheiro vai para sua conta em um prazo menos, geralmente a metade do prazo para crédito. Para atrais mais clientes, algumas empresas reduzem esse prazo para crédito na conta do vendedor.

O que isso influencia no preço da máquina de cartão? Máquinas mais baratas podem ter prazos maiores para creditar o dinheiro em sua conta. Quando uma administradora “segura” dinheiro por mais tempo, ela pode ganhar juros, oferecer empréstimos, ter mais capital para oferecer serviços e produtos aos seus clientes. Por isso, segurar o dinheiro por mais tempo pode compensar os preços mais baratos de uma máquina.

A série de vídeos abaixo, de uma marca de máquinas de cartão brasileira, mostra muito bem como uma máquina de cartão pode mudar a rotina de um negócio. Não significa que a marca do vídeo é a melhor, você tem liberdade de escolha, ok? É só a série de vídeos que pode te ajudar a ter inspiração para o planejamento financeiro.

Taxas, mensalidades, e aluguel da máquina de cartão

As taxas são cobradas pelas máquinas de cartão do preço de qualquer venda. Por exemplo, se você vende um produto ou serviço a R$10 e a máquina tem uma taxa de 3%, será descontado do preço de venda R$0,30, e o vendedor receberá R$9,70 pela venda no cartão. A mensalidade de uma máquina de cartão é um valor cobrado mensalmente para manutenção da máquina e prestação de serviços de assistência. O aluguel da máquina de cartão pode ter a mensalidade embutida ou não, e é o valor cobrado pela máquina de cartão em si.

O que isso influencia no preço da máquina de cartão? Quando falamos em máquina de cartão barata, geralmente, estamos falando de mensalidade ou aluguel barato. Só que quanto mais barato o aluguel ou mensalidade de uma máquina de cartão, geralmente, mais cara a taxa cobrada. Quanto mais barata a taxa, mais caro o aluguel ou mensalidade. É quase sempre assim, com algumas exceções.

Qualidade do serviço e do atendimento da máquina de cartão

Máquinas de cartão precisam funcionar bem, fazendo uma leitura rápida e eficiente dos cartões, bem como acelerando a autorização do pagamento. A troca de bobinas também tem que ser rápida e o SAC da empresa de cartão, muito eficiente para atender os clientes. A máquina também tem que ficar conectada a maior parte do tempo, com o mínimo de tempo fora do ar possível. E se ficar fora do ar, a empresa da máquina de cartão tem que te dar uma opção para receber pagamentos via cartão offline.

O que isso influencia no preço da máquina de cartão? Mensalidades e taxas mais caras nem sempre tem um serviço de melhor qualidade, ao mesmo tempo em que mensalidades e taxas mais baratas não são, necessariamente, um serviço de pior qualidade. Sites como o Reclame Aqui, e conversas com outros vendedores são excelentes fontes de informações para conseguir encontrar os melhores atendimentos e máquinas de cartão que ficam “no ar” a maior parte do tempo.

O poder da negociação nos preços das máquinas de cartão

Quer ter a melhor máquina de cartão e mais barata? Basta negociar. Pesquise, compare, faça um balanço comercial com o volume de vendas. Mostre isso às empresas e peça por tarifas mais baratas, isenção do aluguel e/ou da mensalidade. Tenha sempre em sua loja mais de uma máquina de cartão, para evitar que você deixe de fazer uma venda por conta de uma máquina não funcionar. Mesmo grandes redes de lojas mantém mais de uma máquina de cartão disponível. O barato, quem faz, é você, pesquisando e negociando o melhor custo/benefício para seu negócio.

Qual a máquina de cartão você acha melhor? E qual a mais barata? Qual tem o melhor custo/benefício? Compartilhe nos comentários sua opinião.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)