Melhor é começar este artigo fazendo uma pergunta: se eu já tenho uma máquina de cartão de crédito, por que eu trocaria por outra? Afinal, a máquina está ali, já tenho um contrato. Aparentemente não há motivos para eu trocar minha máquina de cartão.

Engano seu.

Não estamos falando aqui apenas da troca da máquina de cartão por uma melhor. Estamos falando também da troca de operadoras de máquina de cartão. O processo de troca é até bem fácil. Mas a questão aqui é muito mais complexa.

Por que trocar sua máquina de cartão por outra?

Alguns motivos podem te levar a querer trocar só a máquina de cartão. Se você tem uma máquina fixa, com fio, ela pode não dar a mobilidade necessária para sua empresa vender melhor e atender melhor ao cliente. Por isso, uma máquina com conexão sem fio seria melhor. Vale lembrar que a máquina sem fio também tem a manutenção e o aluguel mais caros, mas vale a pena pela maior facilidade de uso e maior mobilidade. A operadora também pode ter mais programas com a adoção de novas tecnologias e opções de promoções que atingiriam melhor aos seus clientes.

Por que trocar de operadora de máquina de cartão de crédito?

Além dos preços, que não devem e não podem ser seu único critério de troca de máquina de cartão, o chamado pós-venda destas máquinas é de suma importância, pois é nos momentos de maior necessidade que você mais precisará de um bom atendimento da operadora de cartões de crédito. Além disso, você deve buscar uma operadora que pesquise constantemente por novas formas de oferecer seu serviço e esteja constantemente engajada com as inovações do mercado. Isso inclui oferecer formas de integração de pagamento diferenciadas, tais como soluções móveis, aparelhos com leitores de chips NFC, busca de novas parcerias tecnológicas e de bandeiras de cartões de crédito, dentre muitas outras coisas.

Buscando melhores opções

Só vale a pena trocar de máquina de cartão se outra operadora cobrir a oferta da primeira máquina que você já tinha e desde que a troca não gere muitos encargos financeiros de multas e afins. (Foto: gazetadopovo.com.br)

Como trocar uma máquina de cartão de crédito por outra?

O primeiro passo a seguir é respeitar o contrato de aluguel. Leia, releia, verifique se há alguma multa ou cláusula que impeça seu imediato desligamento da empresa. Compare as operadoras de máquinas de cartões em todos os lugares que conseguir. Mas antes de se desligar, busque a empresa que tanto te interessou para a troca e pegue todas as informações da oferta que ela está te fazendo. Leve a oferta para sua operadora atual e peça algo melhor ou equivalente. Vai te poupar trabalho e até dinheiro, em muitos casos. Se o problema está nas tecnologias oferecidas, você pode até ser um pouco paciente ou talvez manter as duas operadoras em seu estabelecimento.

Entre em contato com a empresa pelo site dela ou centrais de atendimento.

Se a troca for inevitável, confirme como é feito o cancelamento da sua máquina atual antes de partir para a outra. Confirme também com a outra empresa quando a máquina de cartão nova irá chegar, afinal, as vendas não irão parar. Confirme o cancelamento apenas quando a nova máquina já estiver instalada e prepare-se para, pelo menos um mês, pagar por dois aluguéis.

Lembrando: o planejamento é a arma daquele que pensa bem em seu negócio.  Sem pensar direito, nada de fazer a troca da máquina, ou você poderá trocar os pés pelas mãos!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)