LTN o que é: tesouro direto e rentabilidade!

Em Educação financeira por André M. Coelho

Um título prefixado, conhecido como título de acumulação, é um título cujo valor a ser pago é estabelecido no momento em que você o compra. No Brasil, estes títulos estão na forma das LTNs, uma sigla parra Letra do Tesouro Nacional.

Se está buscando diversificar seus investimentos, continue lendo para aprender como usar as LTNs em sua carteira de investimentos.

LTN: o que é?

Um título prefixado é um título que paga o mesmo nível de juros em todo o período. Um investidor que deseja obter uma taxa de juros garantida por um termo especificado pode comprar uma LTN.

Leia também

Após a maturidade do título, os detentores receberão de volta o valor principal inicial, além dos juros pagos.
Normalmente, títulos de taxa fixa de longo prazo pagam taxas de juros mais altas que a curto prazo.

Traduzindo: a LTN é uma renda fixa dentro do Tesouro Nacional, um investimento cujo valor você já sabe qual será desde o momento em que aplica seu dinheiro.

Letra do Tesouro Nacional prefixada

A LTN é prefixada, e seu valor pode ser um bom investimento para sua carteira. (Imagem: Tesouro Nacional)

Compreendendo a LTN no tesouro direto

Um título de taxa fixa é um instrumento de dívida de longo prazo que paga uma taxa fixa pela duração do título. A taxa fixa é indicada no momento da emissão e é paga em datas específicas até que o título amadureça.

O benefício de possuir um título de taxa fixa é que os investidores sabem com certeza quanto juros ganharão e por quanto tempo. Desde que o emissor de títulos não seja inadimplente ou ligue para os títulos, o detentor de títulos poderá prever exatamente qual será seu retorno do investimento.

E a rentabilidade da LTN?

Um risco essencial de possuir LTNs é o risco de taxa de juros ou a chance de as taxas de juros de títulos aumentarem, tornando menos valiosos os títulos existentes de um investidor.

Por exemplo, vamos supor que um investidor compra um título que paga uma taxa fixa de 5%, mas as taxas de juros na economia aumentam para 7%. Isso significa que novos títulos estão sendo emitidos em 7%, e o investidor não está mais ganhando o melhor retorno de seu investimento possível.

Como existe uma relação inversa entre os preços dos títulos e as taxas de juros, o valor do título do investidor cairá para refletir a maior taxa de juros no mercado. Se ele quiser vender sua LTN de 5% para reinvestir os recursos nos novos títulos de 7%, ele pode fazê-lo sem perda, porque o preço de mercado do título teria caído. Quanto mais tempo o termo do título da taxa fixa, maior o risco que as taxas de juros podem aumentar e tornar o título menos valioso.

Se as taxas de juros diminuírem para 3%; No entanto, o título de 5% do investidor se tornaria mais valioso se ele o vendesse, uma vez que o preço de mercado de um título aumenta quando as taxas de juros diminuem. A taxa fixa de seu título em um ambiente de taxa de juros em declínio será um investimento mais atraente do que os novos títulos emitidos em 3%.

Imposto de renda do tesouro direto prefixado LTN

O Imposto de Renda Retido na Fonte é cobrado sobre a rentabilidade da LTN, de acordo com o tempo que você deixa o dinheiro aplicado. Os prazos e porcentagens cobrados são os seguintes:

Até 180 dias: 22,5%

De 181 a 360 dias: 20%

De 361 a 720 dias: 17,5%

Acima de 720 dias: 15%

Como declarar LTN?

Caso você tenha LTNs em sua carteira de investimentos, será necessário fazer a declaração ao Imposto de Renda anualmente.

Sua corretora irá emitir um documento para o imposto de renda, informando os valores investidos. Obtenha em sua corretora este informe de rendimentos no app ou site antes de seguir os passos abaixo.

Para a declaração de LTNs no Imposto de Renda:

Passo 1: abra a ficha de Bens e Direitos no aplicativo do IRPF

Passo 2: após abrir a ficha, abra o grupo 04 – Aplicações e Investimentos

Passo 3: escolha o código 02 – Títulos públicos e privados sujeitos à tributação.

Passo 4: clique em Novo para informar o valor investido e o saldo do ano para a declaração.

Passo 5: informe o CNPJ da instituição financeira onde está seu investimento.

Passo 6: informe na seção de discriminação Título do Tesouro Direto.

Passo 7: acesse agora a ficha Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva

Passo 8: escolha o código 06 – Rendimentos de Aplicações Financeiras

Passo 9: informe o beneficiário do título, CNPJ da fonte pagadora, nome da fonte pagadora, e qual foi o rendimento no período.

Diferença entre LTN e LFT

A LTN é um título do Tesouro Nacional com o valor prefixado. A LFT é uma sigla para Letra Financeira do Tesouro, conhecida como Tesouro Selic.

Ambas são emitidas pelo Tesouro Nacional, ambas tem alta liquidez e são investimentos relativamente seguros. A diferença entre elas está na rentabilidade.

Enquanto na LTN o investidor já sabe quanto vai receber de rentabilidade, na LFT o valor varia de acordo com as taxas de juros. Por isso, é interessante um investidor entender a diversificação e analisar o cenário para saber quanto irá aportar em cada investimento.

Como investir em LTN?

Você pode investir em LTNs:

Comprando diretamente no site do Tesouro Direto

Comprando pela sua instituição financeira (banco, corretora, etc), usando a paltaforma de investidor

Através de corretoras de valores

Lembrando: há valor mínimo para a compra das LTNs, e faça seu dever de casa antes de confiar em uma corretora qualquer com seu dinheiro.

Ficou alguma dúvida sobre a LTN? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário