Os americanos são constantemente bombardeados pela mídia que usa o termo “mercado”: o mercado está em alta, o mercado está em baixo, é um bom momento para investir no mercado. Principalmente com as variações no mercado de ações e a popularidade da Bolsa de Valores, é fácil esquecer que ele não é o único mercado em nossa economia. E principalmente, ele também não é a única fonte de renda para a grande maioria dos milionários do mundo.

Vamos Mark, um milionário norte americano real como nosso exemplo. Mark começou sua carreira no setor bancário há 20 anos. Ele é apenas um de um número crescente de pessoas que decidiram não depender completamente de seu empregador para o seu sustento. Ele habilmente aproveitou sua experiência no setor bancário e, posteriormente, em hipoteca bancária em um negócios paralelos. Nestes anos de investimento, Mark conseguiu evoluir sua fortuna para os milhões de forma passiva e sem enfrentar muitas dificuldades. Mark é hoje um milionário, tendo várias fontes de renda que ele consegue controlar, ao contrário do mercado de ações.

A importância da renda passiva para os milionários

Ao investir em formas de renda alternativas, o investidor passa a ter várias fontes de recursos que incluem fontes passivas de renda, ou seja, aquelas pelas quais ele não vai precisar trabalhar tanto e se esforçar tanto quanto um investidor da bolsa, que está constantemente pressionado pelas variáveis de mercado e tem que estar atento para não perder todo seu dinheiro.

Neste contexto, torna-se importante a visualização de investimentos que milionários fazem para garantir sua segurança e também maximizar seus lucros. Baseado nos dados da Receita Federal norte americana,  vamos ver o ranking de cada investimento dos milionários e onde estava a maior parte da riqueza deles.

Investimento imobiliário

Este não é uma surpresa por aqui. Em qualquer lugar do mundo, o investimento imobiliário pode até render menos do que o mercado financeiro, mas é um investimento seguro, garantido. Terrenos e propriedades, salva raras exceções, só tendem a valorizar, principalmente em grandes centros onde conseguir um espaço está se tornando cada vez mais difícil.

Ações de capital fechado

Ou seja, ações da empresa da qual eles são proprietários, sem que esta tenha capital aberto. Este tipo de capital demonstra a necessidade de empreender para se conquistar um espaço e riquezas. Não é preciso ser muito inovador, apenas ser bom no que você faz.

Ações negociadas em bolsa

O risco é proporcional ao capital que você pode ganhar ao investir na bolsa. Quem não arrisca, pelo menos um pouco, não terá chances de multiplicar o capital e se tornar mais um no clube dos milionários.

Ativos de aposentadoria

Podemos incluir aqui os fundos de renda fixa. Apesar de terem menores retornos, boa parte dos investimentos voltados para a aposentadoria e/ou maior segurança tem retornos maiores do que a inflação, o que garante um lucro menor, mas um retorno sólido e constante no longo prazo, sem o risco de perdas.

Milionários e investimentos

O milionário inteligente é aquele que coloca o dinheiro não apenas em um cofrinho, mas em vários. (Foto: www.onwallstreet.com)

Residência pessoal

Quem é milionário também quer conforto. E isso significa investir um bom bocado na própria residência, incluindo aqui investimentos em casas de férias, casas de campo, de verão e muito mais.

Seguros

Como estamos tratando de riscos que podem significar a perda de milhões, assegurar que estes riscos não sejam tão grandes é essencial por parte do milionário investidor que quer ter a segurança de que pode arriscar, mas que terá um porto seguro para voltar quando precisar.

Ativos disponíveis

Estes incluem aqueles que podem ser imediatamente convertidos em recursos financeiros. São ações, títulos, parcerias, móveis, obras de arte, entre outros. É uma forma de diversificar os recursos de forma a assegurar menores riscos.

Sociedades limitadas

Quase ninguém consegue ficar milionário sozinho. Há sempre um parceiro, um companheiro, que pode te ajudar a escalar os degraus rumo aos primeiros milhões. Dividir e conquistar, investir e maximizar os recursos, lucros e dividir os riscos. Os milhões chegarão muito mais rápido desta forma.

Títulos isentos de impostos

Poupança e títulos públicos, principalmente. Não é para fugir de impostos, mas é para de certa forma diminuir a “bocada” do Governo nos seus recursos financeiros, mas com a garantia do Estado que seus recursos estarão lá quando você precisar deles.

Fazendas

Por fim, fazendas garantem várias formas diferentes de lucro: temos alimentos, pesquisas, plantações, biodiesel. Nomeie qualquer insumo básico, necessário para a sobrevivência do ser humano moderno, e provavelmente teremos uma fazenda envolvida. Porém, pode ser difícil gerir este tipo de recurso e é necessário um acompanhamento mais próximo ou a confiança total no responsável por administrar a fazenda para que não haja problemas e prejuízos com seu investimento.

Como vocês investem atualmente? Onde está seu dinheiro? Compartilhem conosco os degraus que vocês já escalaram rumo ao seu primeiro milhão. Quem sabe não há outros com investimentos semelhantes que possa compartilhar estratégias com você?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)