Todo pai quer que seu filho tenha o melhor. Infelizmente, este tipo de mentalidade pode levar os pais a gastar muito mais dinheiro em seu novo bebê do que eles têm. Mesmo os pais frugais podem encontrando-se gastando mais do que jamais pensavam que seriam capazes. Criar um bebê não tem que quebrar o banco. Há muitas maneiras de se planejar financeiramente com o bebê, sem passar o orçamento.

Crie um plano de trabalho

Depois de você descobrir que vai se tornar um pai, você deve ter uma conversa importante com o seu parceiro sobre a sua situação de trabalho. Determine se um pai vai ficar em casa para criar o bebê ou se ambos os pais vão continuar a trabalhar. Muitos casais já tiveram essa conversa. Alguns casais com empregos remunerados menores não podem ter a opção de tomar o tempo fora do trabalho. Outros casais podem decidir que, apesar de precisar de ambos os salários, pode não valer a pena para ambos os pais para o trabalho por causa do alto custo dos cuidados com a criança. Determine quais são suas necessidades financeiras são e qual o seu melhor caminho é para atender suas exigências financeiras, inclusive pedindo a ajuda de familiares, se necessário.

Comece a pagar as suas dívidas

É uma boa ideia começar a pagar suas dívidas durante a gravidez para que você não se depare com encargos financeiros e stress quando o bebê nasce. É ainda melhor se você pode começar a pagar a dívida antes de engravidar.

Pague empréstimos estudantis, empréstimos de carro e cartões de crédito. Alguns especialistas financeiros recomendam primeiro pagar a sua dívida maior para começar a cortar os altos juros. Outros acreditam que é melhor para saldar a sua dívida menor primeiro a eliminar uma delas completamente. Determine qual o método funciona melhor para você e faça os pagamentos.

Arrume dinheiro suficiente igual a três meses de despesas, para criar um fundo emergencial familiar.

Em vez de comprar um carro novo por causa do bebê, coloque esse dinheiro para outras coisas importantes. Só porque você tem um bebê não significa necessariamente que você precisa de um carro maior. Contanto que você tenha um grande banco traseiro suficientemente grande para um assento de carro, você deve estar bem.

Pais e filhos

Ser um pai coruja significa também cuidar para que o futuro da família esteja garantido. (Foto: suadieta.com.br)

Coloque seus ativos e passivos financeiros em ordem

É importante certificar-se de que sua família terá segurança se algo acontecer com você. Os novos pais precisam se preparar para o pior. Além de um testamento completo, eles também precisam especificar quem eles querem que cuidem de seus filhos, caso algo acontecesse com ambos os pais.

Para ser mais seguro, os novos pais também podem querer pensar em fazer um seguro de vida e, possivelmente, a criação de uma conta, com detalhes para uso, para os seus filhos. A conta pode ser importante, pois especifica o que você quer deixar seus filhos se algo acontecer com você antes de completarem 18 anos. Isso pode ser um processo tedioso, mas a recompensa de saber que a sua família está bem cuidada vale a pena no final.

Não se esqueça de fazer alarde sobre algo que você realmente quer

Só porque você está tentando poupar dinheiro, não significa que você não deve poupar-se de comprar aquela cadeira de balanço que você colocou seu olho, ou o SPA pré-natal que você está querendo. Pode ser realmente valha a pena fazer alguma coisa por si mesmo e obter algo que você quer, então o orçamento para esses extras deve ser separado.

Questione-se quando um produto novo entra no mercado

Há tantos produtos novos e desnecessários lá fora sendo comercializados para os novos pais. Pode ser tentador gastar dinheiro com esses produtos, mas a maioria deles são coisas que os bebês não precisam, como lençóis de berços de cetim. É por isso que é importante perguntar-se quanto tempo esses produtos estão no mercado. Se você viveu sem sistemas de aprendizagem pré-natal, quando você era um bebê, as chances são de que seu bebê pode viver sem eles também.

Pais de primeira viagem

Os primeiros passos com um bebê são inesquecíveis. Transforme este momento em um mar de tranquilidade com o planejamento certo! (Foto: financasfemininas.com.br)

Gaste seu dinheiro com sabedoria

Só porque você está tendo um bebê não significa que você precisa de um carro novo ou uma casa nova. Você não necessariamente tem que ter uma casa maior ou um carro maior de imediato. As crianças podem dividir um quarto por um tempo quando eles são pequenos. Você também pode salvar um monte de dinheiro para comprar brinquedos e roupas de segunda mão. As crianças crescem sem coisas tão rapidamente que a compra de segunda mão pode fazer muito sentido. E convenhamos, para que comprar tantas roupas sendo que em poucos meses todas já serão descartadas?

Comece seus gastos depois que o bebê nasce

Durante a gravidez, pode ser muito tentador comprar todos os tipos de equipamento novos para o bebê. No entanto, quando o bebê nasce, os pais podem achar que um monte de coisas que eles compraram não se adequam à criança. Apenas compre os itens necessários em primeiro lugar, como um assento de carro e um berço, o que pode ajudar a economizar dinheiro. Compre coisas que se encaixam no tamanho e temperamento do seu bebê após o nascimento dele.

Saiba quais os benefícios que você tem

É muito importante saber o que as políticas seu local de trabalho tem quando se trata de maternidade ou paternidade. Você não quer ser surpreendido com uma empresa que trata empregados nesse momento de uma forma negativa. Isso também significa verificar a sua cobertura de seguro de saúde para a gravidez, bem como exames de bebê. Também não machuca dar uma olhada em planos de invalidez de longo prazo da sua empresa e as opções de seguro de vida, além de conversar com seu chefe abertamente sobre como vai lidar com a gravidez e a vinda do bebê em sua família.

Tente viver abaixo de seus meios

Antes de começar a ter filhos e quando você decidir ter filhos, é bom já começar a ter uma boa educação financeira, e as despesas extras não serão um choque financeiro para você. Pode ser útil começar uma poupança antes de ter um bebê para ajudar a fazer a transição financeira para facilitar a paternidade. Desta forma, você terá algum dinheiro para te sustentar se você achar que é difícil de se adaptar às novas despesas de uma família expandida.

Pratique o orçamento de seu dinheiro antecipadamente

É importante tentar cortar seu orçamento pela metade de um mês para ver se você pode fazer os ajustes financeiros necessários para ter um filho. Além disso, se um dos pais está pensando em desistir do trabalho e ficar em casa com o bebê, pode ser importante tentar viver com uma renda menor antes da chegada da criança. Isso pode ajudar você a ver as despesas extras que você terá que cortar ou mudar quando chegar o momento.

Família e dinheiro

Lembre sempre que dinheiro não é problema, e sim, a solução. (Foto: thesmarterwallet.com)

Seja criativo

Às vezes você pode ter que fazer coisas que você nunca pensou que faria depois de ter um filho. Alguns pais solteiros têm que voltar a morar com seus pais por um tempo. Também pode significar ficar naquele apartamento que se adapta melhor ao seu orçamento, em vez de comprar essa nova casa que você quer.

Considerações Finais

Tire proveito de amostras grátis com o pediatra de seu bebê. Isso vai te ajudar a poupar muito dinheiro. Busque também formas de medicina alternativa, para não ter sempre que recorrer a remédios caros.

Comprar itens em maior quantidade ou pacotes família podem ajudá-lo a economizar muito dinheiro, porque você vai passar por mais toalhetes e fraldas que você jamais imaginou no primeiro ano do seu bebê. Pesquise os menores preços e tente usar o máximo possível de fraldas reutilizáveis.

Não compre coisas caras para o seu bebê. Às vezes, as coisas caras que você compra são um desperdício, porque o seu filho vai crescer e podem quebrar facilmente. Se você está planejando ter um bebê, você pode deixar isso de lado, enquanto seu bebê está crescendo.

Você pode fazer brinquedos em casa, usar brinquedos antigos seus ou pegar roupas e outros objetos emprestados de outros pais. É importante buscar várias formas diferentes de poupar dinheiro para assim, ter dinheiro de sobra para garantir a tranquilidade de sua família nesse importante momento de sua vida.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)