Consórcios são vendidos nas mais diversas formas e para os mais diversos tipos de produtos. Mas os dois principais tipos de consórcio que existem hoje em dia são o consórcio de veículos e o consórcio de imóveis. Mas como eles funcionam? Vamos entender melhor o funcionamento dos consórcios para esclarecer dúvidas.

O que é um consórcio?

O consórcio funciona de maneira diferente do que fazer compras com cartões de crédito ou usar empréstimos ou financiamentos. Com o consórcio você faz pagamentos ao longo do tempo, mas suas compras permanecem na loja até que você seja “premiado” em um sorteio no consórcio ou termine seus pagamentos. Aí então você pode usar sua cartá de crédito para comprar o item. Se você ainda não pagou todas as parcelas do consórcio, o consórcio vira então um financiamento.

Embora todas as instituições que oferecem consórcios tenham algumas regras diferentes, a maioria dos consórcios segue o mesmo processo básico.

Como funciona o consórcio?

Você escolhe o item que quer comprar através do consórcio, como um imóvel, carro, ou moto. Ao contrário de muitos financiamentos, na maioria dos consórcios não é preciso dar um valor de entrada. Vários clientes formam um grupo limitado e cada um contribui com o mesmo valor para esse fundo.

Você então faz um pagamento, assim como os outros membros do consórcio. O pagamento mensal varia de acordo com o bem e a taxa de juros, com base no valor total do bem. Você faz pequenos pagamentos ao longo do tempo, normalmente mensais.

A cada mês, a instituição vai “premiar” um dos membros do grupo com uma carta de crédito para comprar o bem do consórcio. É possível fazer os chamados “lances” do consórcio mensalmente. Os lances são valores pagos a mais em qualquer mês que aumentam suas chances de ganhar no sorteiro para obter o bem. O dinheiro que está sendo depositado pelos membros é que é usado para esse financiamento. A instituição que está fazendo o consórcio lucra com os juros cobrados dos clientes.

Caso você não ganhe o bem em nenhum sorteio, ao final do prazo do consórcio e após o pagamento de todas as mensalidades, você terá uma carta de crédito para comprar o item pelo qual pagou ou outro bem semelhante usando a carta de crédito. A carta de crédito também é dada para quem é premiado no consórcio.

No caso de você mudar de ideia para o bem que quer comprar, você pode usar a carta de crédito de outro jeito. por exemplo, você pode ter mudado de ideia de qual carro comprar, e escolher então um modelo mais caro. Você poderá usar a carta de crédito então para dar entrada em um financiamento desse carro, por exemplo.

Funcionamento de consórcio

O consórcio funciona de maneira semelhante a um empréstimo, oferecendo a compra de bens a juros geralmente mais baixos. (Foto: News Nation)

Taxas de consórcios

O processo aparentemente simples tem algumas taxas que são cobradas do cliente. É sempre bom analisar o Custo Efetivo Total (CET) do consórcio para saber os juros que estão sendo pagos, contabilizando as taxas. Conhecendo quais são elas também vai te ajudar a escolher um bom consórcio com taxas menores.

Fundo Comum (FC): valor pago pelo consorciado e que forma a poupança destinada à compra do bem pelos contemplados.

Taxa de Administração (TA): remuneração da instituição que está gerindo o consórcio.

Fundo de Reserva (FR): fundo de proteção do grupo em caso de situações adversas, como a inadimplência.

Seguro: seguro de quebra de garantia, seguro de vida, seguro desemprego, entre outros.

É importante lembrar que todas as taxas devem estar estabelecidas em contrato.

Como vocês escolhem um consórcio? Já participaram de algum?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)