Procurar um apartamento, empréstimo ou financiamento pode ser divertido. Porém, você precisará de comprovar sua renda para obter qualquer um deses. Mas quais documentos servem para comprovar renda? Como conseguir?

Vamos mostrar quais documentos podem ser usados para a comprovação de renda no Brasil.

O que é comprovante de renda?

A comprovação de renda é uma métrica importante pois mostra que a pessoa que está apresentando o comprovante tem uma renda estável e será capaz de pagar suas contas corretamente. Geralmente, é exigido mais de um comprovante de renda para que fraudes sejam evitadas.

Em outras palavras, um comprovante de renda funciona como um mecanismo de gestão de risco. Através dele é possível comprovar a renda de alguém e reduzir o risco de sofrer um calote. Afinal, quem tem alguma fonte de renda terá como pagar suas contas.

Abaixo, listamos os documentos mais comuns que podem ser usados como comprovantes de renda.

Comprovantes de renda

Há diferentes formas de comprovar sua renda com os documentos corretos. (Foto: Medical Daily)

1. Recibo de pagamento: holerite ou contracheque

Se você trabalha em um emprego de meio período ou período integral, onde recebe um contracheque regular, terá acesso a um contracheque ou holerite. Um esboço de pagamento mostra quanto você pagou em um determinado período. Mostra também quanto dinheiro foi deduzido para seguros, impostos e investimentos.

Provavelmente, você receberá um contracheque a cada período de pagamento, mas também pode pedir ao seu empregador que forneça recibos de vencimento anteriores como forma de verificar a prova de renda. Lembre-se de que os proprietários podem entrar em contato com seu empregador para verificar se o holerite está correto.

2. Declaração do imposto de renda como comprovante de renda

Ao declarar seus impostos federais a cada ano, você receberá uma declaração de impostos. Este é um documento legal que destaca tudo o que você ganhou no ano anterior e fornece um instantâneo preciso de quanto alguém ganhou em um ano civil. Suas declarações de impostos podem ser usadas como prova de renda. Esta pode ser uma boa opção para quem é contratado ou autônomo, pois mostra a renda de um ano.

3. Extratos bancários como comprovante de renda

Você pode usar extratos bancários como comprovante de renda, pois mostra todos os depósitos, saques e transações feitas pelo indivíduo. No entanto, os extratos bancários nem sempre representam uma receita precisa, e nem todos aceitam os extratos como comprovantes. Verifique antes de usar para não ser surpreendido.

4. Carta do empregador

Os locatários podem pedir ao empregador atual uma carta que verifique sua renda. Esta carta confirma que você tem meios para pagar um aluguel ou quaisquer dívidas. Se o seu senhorio exigir uma referência, esta pode ser uma boa oportunidade para fornecer comprovante de renda e uma referência ao mesmo tempo.

5. Documentos de previdência social

Se você vive e recebe pagamentos de previdência social do governo, pode usar esses documentos como prova de renda. Embora este seja um documento federal que é uma prova confiável de renda, há uma ressalva. Os benefícios da previdência social estão sujeitos ao Congresso e podem sofrer alterações.

6. Pensões, auxílios e pagamentos judiciais

Você recebe pensão ou auxílio do governo? Nesse caso, você pode usar isso como documentação e comprovante de renda. Alguns campos de carreira oferecem pensão após a aposentadoria. As pensões podem ser utilizadas como comprovativo de rendimentos, mesmo que venham de empresas privadas, como bancos e instituições financeiras.

Um tipo de pagamento ordenado pelo tribunal é a pensão alimentícia. Se um locatário potencial recebe pensão alimentícia, que é um pagamento ordenado pelo tribunal, você pode usar isso como prova de renda.

7. Carteira de Trabalho como comprovante de renda

Uma carteira de trabalho que registra o salário do indivíduo pode ser usada como comprovante de renda, mas pode ser preciso apresentar os 3 últimos holerites para garantir que o salário está sendo recebido.

Cuidado: o DECORE é um documento suado para comprovação de renda, mas não é aceito por muitas instituições financeiras como comprovante. Além disso, é importante verificar com a instituição quais comprovantes são aceitos, pois nem toda empresa aceita todos os comprovantes aqui apresentados.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)