Varejoterapia não é um mito. Psicólogos descobriram que há uma verdadeira ciência por trás da explosão de alegria que sentimos quando nos tratamos com uma grande compra emocionante, não importando o quão impraticável ela seja.

Infelizmente, também existe o remorso do comprador. Uma vez que a novidade se desgasta, a nossa compra valorizada, por vezes, torna-se apenas mais uma coisa na pilha de coisas que ocupam grande parte do espaço em nossas vidas. Começamos a compará-la com outras coisas, que nós não temos, fazendo com que a compra perca o valor original. Um carro esportivo mais rápido. Uma televisão maior. A mais recente atualização do telefone celular. E é assim que a nossa grande compra perde o seu brilho.

Alguns itens estão sujeitos a invocar remorso do comprador. Normalmente, estes itens são apenas francamente inúteis, mas ainda nos convencemos de que eles são importantes, práticos, inteligentes de qualquer maneira. Graças aos erros de milhares de consumidores diante de nós, temos sido capazes de identificar grandes compras mais burras que as pessoas fazem.

TVs 3D

A maioria dos proprietários de televisão em 3D lamenta a compra de uma. Não é que a tecnologia não seja legal. A queixa principal é que simplesmente não há conteúdo 3D suficiente para tornar a propriedade de um desses dispositivos futuristas algo que valha a pena.

Mais da metade dos 50 títulos de filmes oferecidos em 3D em 2011 eram filmes infantis, enquanto a maioria dos títulos de filmes de grande sucesso optaram por sair do formato 3D completamente. Quando você está investindo entre R$2.500 e R$12.000 para a TV mais outros R$200 por cada par de óculos, você está indo na direção de uma roubada.

Isso nos leva a uma outra queixa popular: pode ser um grande incômodo usar os óculos que fazem a terceira dimensão aparecer. Algo mais ou menos comparado com usar o seu óculos escuro dentro de casa.

Desperdiçar dinheiro com compras

Compras por impulso são aquelas que vão te fazer pensar e se arrepender por dias e horas, sabendo que você acabou jogando dinheiro fora. (Foto: www.adaphobic.com)

Banheira de hidromassagem

É uma visão romântica: pétalas de flores, música ambiente, luz de velas, uma garrafa de vinho e então você liga a hidromassagem…

Com todo aquele barulho do motor, bolhas de água e a música ambiente some.

Banheiras de hidromassagem podem ser um assassino do humor real. Não só elas são barulhentas, mas demoradas para encher com água e propensas a drenar completamente o tanque de água quente da sua casa ou aumentar consideravelmente sua conta de gás ou eletricidade. Além disso, elas são caras para operar, para não mencionar caras para comprar e instalar.

Conclusão: a maioria das pessoas não as usa o suficiente para superar os pontos negativos.

Um diploma de faculdade

A maioria das pessoas diria que um diploma universitário é um investimento inteligente, mas isso pode ser certamente lamentável. Uma considerável quantidade de pessoas diz hoje que é melhor trabalhar do que ir para a faculdade. A razão? Eles estão afogados em dívidas.

Boa parte dos estudantes, até mesmo de universidades federais, precisa da contratação de empréstimos estudantis pesados que se tornaram o cerne da sua aflição financeira. Muitos disseram que pensam que teria sido melhor buscar o ensino técnico durante o ensino médio.

Quando não planejada, uma faculdade pode pesar muito no bolso, sejam pelos custos ocultos de estudar (transporte, moradia, alimentação, entretenimento…) ou pelos custos diretos, que aumentam ao passar dos anos (livros, mensalidades, certificações…). E você ver dinheiro ir pelo ralo desistindo no meio do caminho por não ter dinheiro para pagar a faculdade.

Um imóvel para temporadas

O custo de possuir um imóvel para temporadas se estende bem além da hipoteca. As taxas anuais de manutenção, impostos sobre a propriedade, condomínio e segurança podem ser bastante caros.

Outra grande reclamação entre os proprietários de imóveis de férias é que nem sempre é fácil de programar passar um tempo por lá. Na verdade, ele pode ser totalmente enlouquecedor. Imóveis para temporadas também são difíceis de vender. Poucas pessoas estão interessadas em comprar um desses imóveis, até mesmo o aluguel fica complicado fora da alta temporada. É assim que você vê o sonho da casa na praia se transformando em um monte de portas enferrujadas e colchões mofados espalhados pela casa.

Um carro que você não pesquisou antes

Quase um terço de todos os motoristas lamentam a sua mais recente compra de carro. Entre os principais gatilhos da insatisfaçãoe stão os defeitos, o custo maior para rodar do que o previsto, ou simplesmente não fez pesquisa o suficiente para obter o veículo ideal.

Um carro é uma das compras mais caras muitos de nós fazemos. Portanto, antes de puxar o gatilho em um conversível esporte chamativo ou um calhambeque com o motor falhando, é importante pesar todas as suas opções e fazer sua lição de casa, pesquisando custos de manutenção, IPVA, consumo, defeitos comuns e como comprar um carro usado ou novo sem ter dores de cabeça.

Bolsas, roupas e sapatos de marcas chiques

Falando de carros, uma bolsa de marca pode custar mais do que o financiamento do seu veículo. O mesmo vale para muitos lenços e cachecóis de grife, casacos e vestidos. O que você está realmente pagando é para ter um ar de luxo e exclusividade. Pensando nos preços que te fazem desmaiar de caros nas lojas, vale considerar que o ser humano médio usa apenas cerca de 20% das roupas no seu armário.

Entre as principais razões para ter tantas roupas não usadas? Os itens não parecem tão exclusivos quanto quando você comprou ou simplesmente, você percebeu que foi uma compra de impulso.

Um relógio muito caro

Então você tem uma grande promoção no trabalho. Por que não recompensar-te com um relógio de marca? Você merece isso. Além disso, o que é mais prático do que um relógio clássico? Não faça isso. Um relógio é um acessório de beleza, e não deve custar tanto quando um carro ou moto. Tenha um relógio que combine com você e suas roupas, e só. Afinal, você pode olhar as horas no seu celular ou simplesmente perguntar a alguém do seu lado.

Você já fez uma compra grande e se arrependeu depois? Por favor, compartilhe sua experiência nos comentários!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)