Todo bom cidadão quer tirar o máximo de proveito do dinheiro investido. E mesmo quando gastamos, queremos ganhar algo em troca. Principalmente quando tal ganho é financeiro.

Pontos e milhas de programas de relacionamentos não são vendáveis. Mas possuem um certo valor pelos descontos que podem proporcionar a certos produtos e serviços ou mesmo a troca por produtos de alto valor. Fazendo a associação de milhas e passagens aéreas, na alta temporada, 10 mil milhas pode valer até R$500,00, sendo a média anual girando em torno de R$350,00 por esta quantidade.

O que é importante ressalta é que a grande maioria dos programas de relacionamento ou milhas tem em seus contratos uma cláusula definindo o uso individual dos pontos e sua intransferibilidade. Algumas empresas inclusive proíbem a venda destes pontos. Caso as empresas descubram a comercialização dos pontos, você será automaticamente excluído do programa de fidelização. Mas isto pouco impede de milhares de pessoas pesquisarem na internet pelas diferentes formas de vender as milhas e serem iludidos pelos valores pagos.

Programa Smiles

É por promoções como essa que várias pessoas compram milhas aéreas para a troca por passagens em preços mais competitivos e melhores para os consumidores de tais produtos. Com a expansão das aéreas, a tendência é que os preços das milhas caiam cada vez mais. (Foto: turismofapthe.blogspot.com)

As empresas que compram as milhas o fazem para poupar dinheiro com a compra e venda de passagens em pacotes aéreos ou turísticos, aumentando as margens de lucro. Não existe um combate efetivo desta prática de venda por parte das companhias aéreas porque quanto mais pessoas utilizando do programa de pontos da empresa, melhor para a visibilidade da mesma e maior garantia de fidelização a empresa terá.

Se você pretende fazer alguma viagem em breve ou faz viagens aéreas frequentemente, a venda das milhas não será nem um puco lucrativa, a não ser que encontre promoções com valores muito baixos. Mas se suas milhas estão para expirar ou você não tem em mente nenhuma viagem, a venda dos pontos será um dinheiro a mais no seu bolso para outros planos.

Antes de vender os pontos, pesquise na internet as melhores cotações para eles nos sites que fazem a compra. Busque saber o CNPJ da empresa e pergunte em fóruns na internet, amigos ou pessoas que já utilizaram deste serviços quais são confiáveis. Não saia vendendo as milhas de qualquer jeito porque você pode acabar caindo em um golpe ou perdendo todos os pontos que acumulou por conta de uma negociação mal feita.

Por fim, coloque numa balança quais são seus propósitos com as milhas e se o uso delas é realmente lucrativo para você. O dinheiro ganho hoje pode ser um gasto desnecessário com passagens amanhã. Pense muito bem no quanto você precisa do dinheiro no presente antes de fazer coisas erradas e vender suas milhas.

Boa sorte nas suas negociações!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)