A compra de um terreno deveria ser fácil. Ao contrário de comprar uma casa existente, não há nenhum problema de qualidade de construção a considerar, nenhum estilo para escolher e, certamente, não há detalhes como o esquema de cores, acabamento de cozinha ou cortinas para retardar a tomada de decisão.

Mas isso não quer dizer que a compra de um terreno seja algo simples. Sua escolha depende de alguns fatores além de apenas o tamanho ou localização. E entender os critérios que formam a escolha de um bom terreno ajudarão você a encontrar aquele que mais compensa comprar.

Formato do terreno

Por focar muito em tamanho do terreno, esquecemos que a forma do terreno é extremamente importante também.

Terrenos irregulares podem oferecer excelentes oportunidades para criar uma casa impressionante, podendo oferecer a oportunidade para impor presença com terrenos largos e oferecendo a oportunidade de criar espaços de jardim fantásticos com terrenos mais profundos.

No entanto, terrenos alongados ou em formatos de trapézio podem oferecer problemas para os incautos. Um arquiteto especialista ou construtor é necessário para maximizar esses blocos sem ter espaço desperdiçado.

Considere inclinação e tipo de solo

Aqui, começamos a trabalhar com nosso título. Terrenos com uma inclinação acentuada, seja ela para baixo ou para cima (declive ou aclive) que não foram preparados para construções com muros de arrimo ou de contenção terão elevados custos de construção. Pode ser que o terreno precise de algum tipo de aterro também. Outra coisa é que quando um topógrafo calcula a área de um terreno, ele não leva em consideração a inclinação: ele considera a distância X entre um ponto e outro horizontalmente para medir a distância entre dois pontos no terreno em aclive ou declive. Isso significa que na hora de comprar um terreno, quanto maior a inclinação, menor será a área real de seu terreno. Portanto, não se iluda com tamanhos: leve em consideração também o ângulo de inclinação e, se possível, peça para um topógrafo calcular a área real do terreno para você também.

Solos arenosos e leves podem precisar de reforço mesmo. Solos de argila grossa ou solos rochosos podem incorrer em escavação adicional e os custos de fundação da casa.

Busque informações sobre o subterrâneo do terreno

Terrenos úmidos podem requerer drenagem adicional, mesmo em áreas de jardim, enquanto os custos ou adequação de uma garagem subterrânea ou fundação e impermeabilização da casa podem variar enormemente dependendo da umidade do local.

Orientação do terreno

Mesmo o bloco mais mal orientado pode ficar ensolarado e elevado quando está vago. Obtenha um parecer técnico sobre a forma como a exposição do seu bloco ao sol, vento e chuva afetará a casa em que você tem a esperança de construir.

Construção em declive

Este bonito projeto de casa, como você pode ver, foi construído em um declive em relação à rua. (Foto: blogdopetcivil.com)

Serviços e bairro do terreno

Estamos considerando apenas aspectos físicos neste artigo. Mas cabe você também considerar a proximidade e o acesso a serviços básicos e a qualidade de vida do bairro onde está o terreno.

Descubra impedimentos do terreno

Verifique todos os documentos cuidadosamente. Se possível, peça a um advogado para checar todos os dados para você. Um terreno pode parecer muito barato, mas se você descobre que ele faz parte de uma disputa familiar legal, pode te poupar de perder seu investimento.

Documente tudo

Verifique e reavalie a documentação relativa à sua compra de terras. Se você está comprando sujeito a determinadas condições, certifique-se que todos os detalhes são totalmente registrados nos documentos de compra e que você entenda exatamente o que significam esses detalhes. Nunca compre só com nota de compra e venda: a escritura e a medição do terreno por um topógrafo são extremamente necessárias para garantir que você está recebendo pelo que pagou.

Explicando um pouco melhor sobre terrenos acidentados em aclive ou declive

Quando estamos falando de topografia, como já falamos, a distância entre dois pontos A e B será sempre a distância horizontal entre eles. Quanto um trecho não é plano, a medida feita é uma projeção horizontal da distância A e B entre os pontos no terreno.

Como exemplo, um terreno 10 m por 30 m com ângulo de inclinação de 6 graus tem a mesma área legal (em media topográfica) que um terreno com a mesma medida mas inclinação de 20 graus. Porém, se você for calcular a área real do terreno, verá que a maior angulação do segundo exemplo dá a ele uma área real menor que o primeiro exemplo.

Isso não significa que seu terreno tenha menos ou mais valor. Casas muito valorizadas são normalmente construídas em terrenos irregulares e com designs inovadores para aproveitar o que de melhor o terreno tiver a oferecer.

Você deve mesmo é analisar se os custos de preparação do terreno ficarão caros demais ao comparar o terreno com outros similares, com menos ou mais inclinação, ou até planos. Além disso, a formação do terreno também influencia nestes custos, sendo necessária a orientação técnica de um geólogo para a construção, em alguns casos.

Vale mesmo é contratar um arquiteto ou engenheiro para uma consultoria sobre o terreno, sendo ele o responsável por te dar um parecer técnico sobre vale ou não a pena investir na compra.

Cuidados com terrenos em aclive ou declive

Se o terreno está próximo de regiões de alagamento, seja ele em aclive ou declive, não compre. Tome muito cuidado com invasões do terreno por vizinhos e o levantamento topográfico é o que garante a proteção da área de seu terreno.

Mesmo para um terreno plano, é recomendado que este esteja 0,6 a 1 metro de elevação acima do nível da rua, facilitando a construção, correção de erros e protegendo a casa da água da rua.

Terrenos em declive ficam mais caros que em aclive porque podem precisar de aterramento, além do muro de arrimo/sustentação do solo. As fundações tem de ser mais resistentes e bem planejadas.

Terrenos em aclive são menos custosos, mas ficam com a parte traseira com a privacidade comprometida, caso haja lotes ou moradores em terrenos acima. Um aclive moderado é algo vantajoso, pois te dá uma boa visão da rua e uma fachada de destaque, além de te proteger da curiosidade dos vizinhos. Custos maiores aqui serão para a retirada de terra do terreno e construção de muros de contenção/arrimo.

Para ambos e até para terrenos planos os maiores cuidados, porém, devem ser na medição real em comparação com a medição legal e principalmente, no tipo de solo em que está o terreno, algo que pode resultar em custos muito maiores do que um simples muro de arrimo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)