A maioria de nós foi programados a partir de uma idade muito precoce para um dia encontrar alguém especial, sossegar e casar. Nossos pais, nossos avós e família esperam isso de nós. Essa noção é perpetrada em nós pelos meios de comunicação e pela nossa cultura há muitos anos. Apesar do casamento tornar-se parte da nossa rotina e a maioria de nós assumir que um dia vai se casar, ele realmente não é uma boa opção para todos. Infelizmente, algumas pessoas não aprendem isso até que seja tarde demais.

O fato é que algumas pessoas não estão prontas para a proximidade ou o compromisso que vem junto com estar casado. Isso não significa que eles são egoístas. Isso não significa que eles são imaturos. Significa apenas que o casamento não é uma boa opção para eles neste momento em suas vidas.

Uma dificuldade que pode ocorrer é quando um parceiro quer se casar e o outro não está pronto para isso. Se o seu parceiro afirma que ele não está pronto para se casar, neste momento, a pior coisa a fazer é pressioná-lo. Embora possa ser difícil de ouvir a negação, o fato de que seu parceiro está disposto a compartilhar com você seus sentimentos de forma honesta e aberta, deve ser respeitado. Só porque o seu parceiro não está pronto para se casar, neste momento, não quer dizer que ele nunca vai estar pronto.

Outra razão não tem nada a ver com o casamento em si. Tem a ver com as pessoas. O problema é que cada indivíduo traz seus próprios problemas e defeitos de personalidade para o casamento. Ninguém é perfeito e todos nós temos alguma bagagem, mas o que eu estou me referindo é algo mais grave. Ironicamente, o trabalho de muitos conselheiros matrimoniais e terapeutas de casais é ajudar cada indivíduo na parceria superar seus próprios problemas. Problemas como a depressão, raiva, baixa auto-estima e inseguranças devem ser tratados o quanto antes pois são uma receita para problemas ao entrar em um casamento.

Casar e der feliz

O casamento não é sinônimo de felicidade. Para muitos, é na verdade o começo de uma grande tristeza. Você precisa saber e avaliar se o casamento é realmente uma boa idéia para você ou ainda um sonho um pouco distante. (Foto: businessfinancestore.com)

A mídia também tem feito um grande trabalho construindo expectativas irreais sobre o casamento. No cinema e na TV, os casais vivem em felicidade, ou tem um casamento completamente disfuncional. Nossa família e amigos são, normalmente, os próximos modelos que temos para julgar como que um casamento normal deveria ser. A família então é outra fonte de inspiração e, na maior parte das vezes, também disfuncional. Infelizmente, o resultado final é que temos uma visão um pouco distorcida de que o casamento deve e não deve ser.

Se você não tem certeza se você tem ou não expectativas irreais do casamento, pergunte a si mesmo as seguintes perguntas: Você está esperando para mudar as coisas que te deixam louco sobre o seu parceiro depois de se casar? Você sente como capaz de fazer um bom casal pois seus pontos fortes podem superar deficiências do seu parceiro? Você sente que discutir ou discordar é um sinal de um casamento ruim? Você sente que sua esposa deve ter funções específicas no seu casamento? Você sente que o amor pode vencer todos os problemas? Você sente que mesmo que você não esteja no amor agora, você pode aprender a amar o seu cônjuge com o tempo?

Se você respondeu sim a mais de duas das perguntas acima, você pode ficar um pouco decepcionado depois de dizer seus votos. Realmente comunique ao seu parceiro sobre suas expectativas são antes de se casar. Isso pode te salvar um monte de dificuldades mais tarde. O casamento é uma instituição, um contrato, uma relação financeira e mais importante ainda, um laço emocional e que devem ser administrados com muito carinho, para que sua faília seja feliz e com menos problemas.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)