Vamos ser curtos e ir direto ao assunto: será que é realmente melhor uma casa de madeira? Quais são os fatos e mitos sobre este tipo de casa? Por que tantos norte americanos, um povo bem rico, ainda usam madeira para suas casa? Vamos entender isso com calma abaixo, com alguns mitos, fatos e curiosidades sobre as casas de madeira

Construções ao redor do mundo dependem da disponibilidade de diferentes materiais

Como na maioria das partes do mundo, a construção de casas é baseada principalmente na disponibilidade de materiais de construção. Se você vive em um país que tem uma abundância de madeira, normalmente você vai construir casas usando madeira. Se você vive em um país que carece de florestas que podem ser colhidas prontamente para madeira, você vai construir casas de pedra, pedras, lama, tijolos ou o que você pode efetivamente obter. No Brasil, temos abundância de recursos minerais, enquanto nos EUA, os recursos vegetais para construção são maiores.

Questão de acessibilidade e escolha pessoal

Há uma abundância de casas em os EUA que são construídas de tijolo ou pedra. É tudo uma questão de acessibilidade e escolha pessoal, bem como em que parte do país a pessoa vive e, quando sua casa foi construída. Nos EUA, o tijolo é mais caro, mas não tanto que só os ricos possam pagar. No entanto, se for dada uma escolha, a maioria em os EUA preferem uma casa própria, mesmo se eles não estão dispostos a pagar um extra de 15-20% pelo tijolo.

Tecnologia pode fazer qualquer casa boa para viver e durável

A construção de pedra não é muito superior à madeira. Você tem que considerar as coisas como a eficiência energética, a velocidade em que você pode produzir casas, proteção contra os elementos do tempo, o desempenho em desastres naturais (inundações, incêndios, etc). Além disso, você tem que considerar quando as casas foram construídas. A ciência da construção da casa mudou drasticamente nos últimos anos. Eficientemente, as tecnologias foram melhorando e consequentemente, as casas também são mais duráveis. Então, não podemos afirmar que uma casa é melhor que a outra, simplesmente.

Fazendo o que é mais fácil

Para resumir, em média as pessoas, não importa o país em que vivem, vão fazer o que é o mais conveniente e rentável para fazer. No Brasil, mesmo com alto desperdício e construções de alvenaria altamente ineficientes, as pessoas ainda se dispõe a pagar muito dinheiro por uma moradia, mais até do que elas realmente valem. Brasileiro gosta de gastar. Já nos EUA, eles buscam geralmente o melhor pelo menor preço, sem prejudicar a qualidade. Até no Brasil, garanto que casas de madeira feitas com tecnologia baseada nos EUA saem muito mais barato do que casas de alvenaria, principalmente pela baixa taxa de desperdício de casas de madeira.

Só para constar, o desperdício em construções de alvenaria no Brasil gira em torno de 40% do custo da obra. Já para casas de madeira, trabalhamos com valores de menos de 20%.

Confiabilidade e durabilidade

Madeira sempre foi o material preferido para lares norte americanos e por uma boa razão. A estrutura de madeira tem um histórico incomparável de confiabilidade que remonta há séculos. Hoje, as pessoas utilizam a madeira, porque é o mais econômico e material de construção ambientalmente responsável disponível. Nove em cada 10 lares norte americanos são construídos a partir de madeira e molduras de madeira (casas pré moldadas) e agora estão cada vez mais utilizados em estruturas comerciais e industriais. Você pode encontrar com facilidade casas e grandes construções de madeira de centenas de anos nos EUA, e muito bem conservadas.

Madeira é um material bem acessível

A madeira é o material de construção mais econômico. Custa muito menos do que os produtos comparáveis. Compare o m² de madeira com o m² de tijolos. hoje, você não constrói uma casa de 90 m² de alvenaria por menos de R$30 mil. Já casas pré-fabricadas de madeira saem por menos de R$20 mil.

Qualidade das casas de madeira

Apesar de não serem muito comuns no Brasil, as casas de madeira são tão boas ou até melhores do que as casas de alvenaria. (Foto: caselemn.md)

Madeira é forte

Por incrível que pareça, ela é mais forte do que outros materiais de construção. E inovações em tecnologia da madeira permitem ainda maior liberdade de design do que nunca. Por exemplo, em regiões onde ocorrem terremotos, geralmente as casas de alvenaria cedem primeiro e as casas de madeira sequer são danificadas.

Modificações no projeto com casas de madeira são bem mais baratos

Você nunca está trancado e preso com um projeto de casa de madeira. Fazendo alterações durante a construção é simples e barato, quando comparado com materiais alternativos. Ao contrário de uma casa de alvenaria, onde os erros e alterações geram desperdício, as alterações nas casas de madeira podem ser facilmente “recicladas”.

Sustentabilidade consciência ambiental

Casas de madeira são amigas do ambiente e saudáveis para se viver. Isso porque para sua “criação”, menos gás carbônico é produzido pelas empresas e durante a construção, menos desperdício e energia são necessários. Vale dizer também que casas de madeira retém um bom calor e protegem muito bem contra o frio, até melhor que as casas de alvenaria, tornando desnecessário o uso de aquecedores ou um ar condicionado central. Madeira é naturalmente quente no inverno e fria no verão.

Eles são rápidas e fáceis de construir, com baixa manutenção

Quantos amigos você tem que demoraram até mais de um ano para construir uma casa de tijolos? Ou aqueles que sequer terminaram suas casas, devido aos altos custos envolvidos e crescentes com a hora paga aos pedreiros e o material utilizado? Muitas etapas da construção de uma casa de alvenaria dependem do clima certo, da secagem do cimento e do concreto. Enquanto isso, na casa de madeira, a única parte que você vai precisar se preocupar com o clima ou o tempo é quando for trabalhar na envernização/impermeabilização da casa, sendo que a madeira já vem tratada contra a umidade de fábrica.

E mesmo se uma parede da casa der problema após alguns anos, é só trocar a madeira, sem precisar quebrar toda uma parede para isso, correndo o risco de danos estruturais e tudo mais. Pintar a casa todo ano também sai mais caro do que a frequência com que você tem que repor o verniz na sua casa de madeira. Se vale a pena ter, vale a pena manter.

Há casas de 600-700 anos ainda de pé nos países escandinavos e na Sibéria

Se umidade, calor ou frio eram preocupações, a durabilidade das casas em lugares de climas tão extremos, como a Sibéria, podem te ajudar a mudar de ideia.

Empresas no Brasil tendem a te empurrar casas de alvenaria aos seus clientes para ter mais lucros

Como em tudo em que há desperdício, as empresas tem que de certa forma, gerir o risco envolvido em seus empreendimentos. Por isso, jogam os valores das construções bem mais altos do que a construção realmente vale. E qualquer economia que ela conseguir, ou seja, a gestão do desperdício eficiente, aumenta o lucro da empresa.

Em uma casa de madeira, como há menos desperdício, há também menor margem de manipulação para o valor de “segurança” para o desperdício da empresa, o que gera menos chances de você ser enganado e gastar muito mais do que deveria em uma construção.

O que vocês acham sobre as casas de madeira? Qual a opinião de vocês? Compartilhem conosco suas ideias sobre casas de madeira e opiniões.

2 comentários para “12 mitos e verdades sobre casas de madeira!”

  1. Erika Santiago

    Qro saber qual é o melhor lugar no Brasil para eu poder construir uma casa de madeira, na região sudeste?
    Gostei das informações

    Responder
    • Equipe Crédito ou Débito

      Qualquer região é boa para construir uma casa de madeira, Erika, mas tem que escolher um bom engenheiro e um bom arquiteto para fazer os projetos.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)