A relação entre a dívida e a renda de um indivíduo ou empresa é conhecida como índice de endividamento. Basicamente, é a porcentagem de renda ou receita que está sendo usada para pagar as dívidas.

Credores, investidores, contadores, administradores, e planejadores financeiros, usam o índice de endividamento para descobrir os riscos que suas finanças apresentam. Por exemplo, um banco pode usar sua relação entre dívida e renda para descobrir quanto você pode pagar em um empréstimo para seu negócio ou em um empréstimo pessoal.

Você, também, pode calcular seu índice de endividamento ou de sua empresa para descobrir quanta dívida você tem. Há calculadoras online que facilitam o cálculo, sendo necessário apenas inserir as informações financeiras de receita/renda e dívidas. Mas é sempre bom entender como é feito o cálculo, para conseguir adotar procedimentos que te ajudarão a melhorar sua saúde financeira.

Composição do endividamento: total dos débitos mensais

A razão entre a dívida e a receita é igual às dívidas mensais divididas pela renda mensal. Para empresas, significa o passivo dividido pelo ativo da empresa.

IE = dívida mensal ou passivos / renda mensal ou ativos

Para realizar esse cálculo, na dívida mensal ou passivos, devem entrar os seguintes gastos pessoais ou da empresa:

  • Hipoteca ou aluguel
  • Cartão de crédito
  • Financiamento de equipamentos e/ou veículos
  • Empréstimos estudantis
  • Pagamentos de pensão alimentícia
  • Outros empréstimos
  • Média de 3 meses dos custos variáveis, tais como insumos de produção, insumos de consumo, compras no supermercado, etc
  • Contas de serviços públicos: água, luz, gás
  • Condomínio
  • Custos fixos da empresa com funcionários
  • IPTU e outros impostos devidos

O montante total é o valor dos seus passivos ou de sua dívida.

Cálculo do índice de endividamento

Com o cálculo do seu nível de endividamento, fica muito mais fácil entender como estão suas finanças e adotar uma estratégia para fugir da dívida e dos riscos de se endividar demais. (Foto: Valor Mercado)

Receitas ou renda mensal

O próximo passo para determinar o seu índice de endividamento é calcular a sua renda mensal. Comece somando toda a receita pessoa ou da empresa, das seguintes maneiras:

  1. Receita bruta
  2. Bônus ou horas extras
  3. Qualquer tipo de pensão
  4. Rendimentos de vendas e trabalhos freelance
  5. Outros rendimentos.

Índice de endividamento: fórmula aplicada

Depois de calcular o que gasta todos os meses em pagamentos de dívidas e o que você ou sua empresa recebem mensalmente em renda, você tem o que precisa para calcular sua relação entre dívida e renda. Para calcular o índice de endividamento, divida sua dívida mensal por sua renda mensal. Em seguida, multiplique o resultado por 100 para chegar a um percentual.

O que é o endividamento? A utilidade do índice de endividamento

Seu resultado final estará dentro de uma das seguintes categorias, o que vai descrever melhor sua saúde financeira ou de seu negócio

Um resultado de 36% ou menos é a carga de dívida mais saudável para a maioria das pessoas e empresas. Evite incorrer em mais dívidas para manter uma boa relação.

Um resultado entre 37% e 42% não é uma posição ruim. Se sua relação cair nesta escala, você deve começar reduzir seus débitos para melhorar seu desempenho financeiro.

Um resultado entre 43% e 49% é uma proporção que indica um provável problema financeiro. Comece a pagar suas dívidas agora para evitar uma situação de dívida sobrecarregada, ou resultar na insolvência da sua empresa ou até uma falência.

Um resultado de 50% ou mais é uma proporção perigosa. Você deve adotar uma estratégia agressiva para pagar suas dívidas. Não hesite em procurar ajuda profissional.

O valor do índice de endividamento é um excelente indicador da sua saúde financeira ou de sua empresa. Faça de tudo para manter os índices em níveis saudáveis e sua empresa e vida pessoal estarão em um bom caminho.

Como você lida com o endividamento? Quais os procedimentos que adota para manter um índice de endividamento baixo?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)