O golpe do envelope vazio tem ganho popularidade entre os golpistas brasileiros. Esse tipo de golpe é relativamente fácil de ser aplicado, e mais fácil ainda de se proteger dele. Entendendo como esse golpe funciona fica mais fácil fugir desse problema, que pode causar um grande prejuízo.

Golpe do envelope vazio é crime!

É a primeira coisa que você precisa saber. A segunda é como o golpe do depósito vazio é aplicado. Funciona da seguinte maneira: uma pessoa vende um produto ou serviço para outra, ou faz um acordo financeiro para depositar um valor X na conta. Em alguns casos, a pessoa entrega um cheque sobre quem será aplicado o golpe, e pede para ela passar aquele valor em dinheiro ou fazer um depósito.

No caso do depósito do envelope, a pessoa que está aplicando o golpe vai depositar um envelope vazio, sem qualquer cheque ou dinheiro. Essa pessoa vai pegar o comprovante e enviar para a vítima. O comprovante vai estar mostrando o depósito, o valor. Só que as vítimas esquecem que o depósito só será confirmado quando alguém do banco pegar o envelope e verificar os valores dentro do envelope, depositando, efetivamente, os recursos na conta do destinatário. A vítima então, acreditando que o dinheiro foi depositado, entrega o serviço ou produto para o golpista, e fica a ver navios. No caso do cheque, quando depositado pelo envelope, ele geralmente é sem fundo.

O golpe ainda pode atingir alguns níveis extras de “sofisticação”, com o golpista tirando fotos do dinheiro ou do cheque, depositando notas falsas ao invés de depositar o cheque vazio, etc. O propósito aqui é fazer com que a vítima dê dinheiro ao golpista sem este dar o dinheiro. E em todas as situações, é um crime de estelionato, e pode dar cadeia a quem está aplicando o golpe.

Golpes comuns no Brasil

O golpe do envelope vazio tem feito muitas vítimas Brasil afora. Não seja a próxima. (Foto: Olhar Direto)

Deposito falso é crime: como evitar?

Quando alguém fizer um depósito para você ou entregar um cheque, só entregue um produto ou serviço quando o dinheiro estiver disponível na sua conta, e não quando você receber um comprovante ou foto do dinheiro ou cheque. Se a pessoa falar que só vai fazer o depósito quando você entregar o produto ou serviço, faça então um contrato de compra e venda para o produto ou serviço. Ou peça para que a transferência seja realizada por um aplicativo ou programa online de pagamentos que permita o estorno do mesmo, caso o produto ou serviço não seja entregue. Isso dá uma garantia tanto ao vendedor quanto para o comprador.

Registre todos os documentos, contatos feitos com a outra pessoa, sempre em papel, mensagens, emails. Dessa forma, você terá maior facilidade para responsabilizar a pessoa judicialmente, com mais provas. Espere sempre pelo menos 48 horas até realizar qualquer transação, garantindo que o dinheiro está na sua conta antes de entregar produtos e serviços. Assim, você evita sair no prejuízo e cair nesse golpe, que já fez centenas de vítimas.

O que fazer se você cair no golpe do envelope vazio?

Entre em contato com a Polícia, e faça um Boletim de Ocorrência. Após esse registro, entre em contato com um advogado, entrando com um processo de estelionato contra a pessoa. Esse processo deve reunir provas e testemunhas para poder ter validade jurídica. Use todas as informações possíveis contra a pessoa.

Você já caiu no golpe do envelope vazio ou conhece alguém que já caiu nesse golpe? Conseguiu valer seus direitos depois do golpe ou não conseguiu reaver seu dinheiro?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)