Como fazer um fundo de emergência e quanto poupar para essas emergências financeiras? Falhar em poupar o suficiente é um grande erro, mesmo quando há objetivos financeiros concorrentes como investimentos para a aposentadoria ou para o pagamento de dívidas de cartão de crédito. Há sempre emergências que surgem e afetam suas finanças e planos, se você não estiver preparado.

Poucas são as pessoas que tem o suficiente para cobrir as despesas por seis meses, que é a regra mais básica de quanto poupar para o fundo de emergência. Mas nem todas pessoas com seis meses de despesas poupadas estão a salvo de problemas financeiros. E mesmo alguns desses poupadores de seis meses podem não ter o suficiente. A regra de seis meses é apenas um guia. A meta de poupança de emergência ideal pode ser tão pequena quanto três meses ou até tão alta quanto dois anos de despesas. Tudo depende da sua situação para fazer um bom fundo de reserva pessoal.

Fundo de reserva pessoal: segurança do cargo no trabalho

Quanto menos certo for o seu rendimento, maior tem que ser su fundo de reserva de emergência. Por essa medida, os freelancers, os empreendedores e os trabalhadores que dependem de comissões devem planejar um fundo de reserva maior, com dinheiro suficiente para despesas de 1 ano ou até mais.

Por que ter um fundo de emergência

Um fundo de emergência garante que problemas financeiros não signifiquem a ruína de suas economias. (Foto: Credit.com)

Reserva financeira ideal e a comerciabilidade das suas habilidades

É menos comum hoje em dia ouvir histórias de pessoas que ficam sem trabalho por um ano ou mais, mas isso acontece. Você tem que observar essas possibilidades. Se o seu trabalho é altamente especializado e há poucas aberturas no campo, você deve poupar mais para se proteger contra a possibilidade de um longo período de desemprego. Idem se você é um trabalhador mais velho que pode enfrentar a discriminação de idade em uma busca de trabalho. Um ano de despesas poupados é o mínimo.

Fundo de emergência pessoal: considere as possíveis emergências financeiras

Perda de emprego é uma razão para ter uma reserva de segurança no lugar, mas não é a única crise financeira que famílias enfrentam. Pessoas com preocupações de saúde podem querer ter mais cautela com uma reserva maior, como também deveriam cuidar das reservas os proprietários de imóveis. Por exemplo, se você aluga um imóvel e ocorrer algum problema de infiltração, isso é responsabilidade do proprietário. Para quem tem essas emergências como real possibilidade, 1 a 2 anos de despesas como reserva é ideal.

Poupança de emergência e a renda familiar

Se ambos os cônjuges de um  casal trabalham, eles precisam ter mais folga na poupança de emergência, pois não cobre apenas o custo de uma pessoa. Dentro dessa mesma ideia, pessoas com filhos também precisam aumentar as reservas. 1 a 2 anos de despesas é o tamanho ideal do fundo..

Fundo de reserva pessoal e nível de conforto financeiro

A paz de espírito é um bom critério para estabelecer o valor certo para seu fundo de emergência. Três meses para um fundo de emergência pode ser assustador e não dar nem um pouco de conforto. 6 a 12 meses de valor reservado pode ser mais confortável, tranquilo. Os aposentados devem ter uma reserva ainda maior, de até 24 meses, para ajudar a evitar alterações brucas induzidas pelo pânico se o mercado não estiver muito bom. Isso dá o tempo necessário antes que você precise assumir uma perda.

Despesas mensais e o fundo de emergência

O valor de um mês de despesas não significa necessariamente o orçamento inteiro de uma família. Um fundo de reserva deve ser suficiente para cobrir pelo menos suas despesas necessárias, como a hipoteca, mantimentos e utilidades. Idealmente, você economizaria ainda mais para cobrir extras inesperados. Por exemplo, os custos de busca de emprego ou despesas extras para cuidar de um membro da família que passou por uma emergência médica

São regras básicas para fazer um fundo de reserva. Você tem alguma regra extra sobre quanto poupar para um fundo de emergência? Quanto você poupa para seu fundo de emergência?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)