Então você quer melhorar seus conhecimentos sobre finanças pessoais com um curso gratuito, mas não sabe por onde começar? Não tenha medo, uma grande quantidade de informações está ao seu alcance e começar é fácil. Desde uma introdução básica às finanças pessoais até a análise avançada de investimentos, qualquer pessoa interessada em aprender pode ter acesso aos recursos necessários em cursos financeiros de diversos tipos. Mas antes de sair se inscrevendo em todos eles, vamos saber um pouco sobre onde e coo fazer esses cursos.

Curso de finanças pessoais: comece lendo um pouco antes de se inscrever nos cursos

Para uma introdução básica aos conceitos financeiros sólidos, você deve começar fazendo uma leitura básica pela internet, pesquisando por livros, artigos, e notícias sobre finanças pessoais. Se você conseguir encontrar algum livro da série “Para Leigos” sobre finanças pessoais, vale a pena a leitura. Continue pesquisando, e você terá vários títulos de bons livros para começar aprendendo sobre finanças pessoais até mesmo antes de começar um curso.

Quando terminar os livros, é provável que você tenha identificado itens específicos sobre os quais você gostaria de aprender mais. Aí é a hora de direcionar melhor suas pesquisas para blogs, sites, e livros específicos sobre o assunto que você quer aprender. Vale lembrar que existem diversos ebooks sobre finanças pessoais gratuitos, e que vão ajudar muito nos seus estudos.

Visite um sebo, uma loja online, ou mesmo sites de trocas de livros para obter os materiais que você precisa para melhorar seus conhecimentos financeiros. Quanto mais tempo você gastar nessa etapa, melhor será sua escolha de curso de finanças gratuito para fazer. Podcasts, YouTube, e outras fontes audiovisuais podem também fornecer muitas informações de qualidade para melhorar seus conhecimentos sobre finanças.

Cursos de finanças gratuitos

Cursos de finanças pessoais gratuitos darão um pontapé inicial rumo a uma vida financeira mais organizada e sem dores de cabeça. (Foto: Poets and Quants)

Hora de escolher seu curso de finanças pessoais

Depois de ter coberto os conceitos básicos, é hora de começar a pesquisar pelos melhores cursos de finanças pessoais. Pesquise tanto cursos online quanto cursos presenciais, e faça uma lista de cursos gratuitos e cursos pagos. Veja qual o currículo de cada um desses cursos e os tópicos que serão cobertos neles. Veja se os cursos cobrem os tópicos nos quais você quer se aprofundar, ou se cobre o básico que você já estudou mas quer confirmar seu conhecimento.

Não pense que por serem gratuitos os cursos de finanças pessoais são ruins. Muitos deles são suportados por instituições de respeito ao redor do mundo, e se você souber ler e escrever em inglês, abre a possibilidade para ainda mais cursos por aí.

Como fazer um curso de finanças pessoais?

Feita a escolha dos cursos que você quer fazer, é hora de escolher se você quer fazer um curso presencial ou online. Veja a disponibilidade desses cursos próximos de sua residência, ou veja os sites que disponibilizam os cursos gratuitamente. Anote também os cursos pagos, que podem ser muito bons para aprimorar seus conhecimentos. Faça a inscrição no curso apenas após pesquisar todas as opções e ver que aquele específico é a opção certa para você. Depois, é só começar a fazer e aproveitar o conhecimento que ele tem a oferecer.

Onde fazer um curso de finanças pessoais?

Como dissemos antes, são várias as instituições que fornecem esses cursos. FGV e SENAC são dois exemplos mais citados, mas existem diversas universidades e faculdades que oferecem esses cursos gratuitamente. Pesquise bem para fazer o curso em uma instituição de renome, para obter o melhor conhecimento possível.

Depois do curso, é hora de ter uma conversa com os especialistas

Depois de ter uma sólida compreensão dos vários aspectos do mundo das finanças pessoais, é hora de passar algum tempo conversando com os especialistas. Os profissionais de finanças pessoais podem ajudá-lo a aprender sobre tudo, desde hipotecas e gerenciamento de dívidas até poupança para aposentadoria e planejamento imobiliário. Alguns desses tópicos são abordados em seminários, outros em consultas individuais. Você pode até aprender uma coisa ou duas apenas por ter uma conversa informal. Fale com um consultor financeiro profissional, fale com seu gerente, fale com seu contador e outros profissionais da área. Então ouça e aprenda enquanto compartilham seus conhecimentos.

Um conhecimento para toda a vida

O campo das finanças pessoais está em constante evolução e mudanças. Neste ambiente, sempre há algo novo a considerar, algo antigo a revisitar e algo interessante para aprender. Continuar atualizado é uma parte importante da vida de alguém que quer fazer uma boa gestão financeira, e os requisitos de educação continuada são necessários para se manter na vantagem. O que isso significa para o especialista autodidata é que você sempre terá a oportunidade de adicionar ao seu conhecimento mais coisas, dando a si mesmo uma vantagem financeira em relação às outras pessoas.

Qual curso de finanças pessoais vocês fizeram? Quais recomendam?

Marcadores:

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)