A tecnologia de código de barras permite que você mantenha um registro centralizado em um sistema de computador que rastreia produtos, preços, níveis de estoque, números de clientes e mais. Como a tecnologia de código de barras é tão precisa, você pode estar razoavelmente confiante de que toda informação contida nas barras estará correta para pagar suas contar corretamente.

Como funcionam os códigos de barras?

Um sistema de código de barras tem três partes principais. Em primeiro lugar, há um computador central que executa um banco de dados (sistema de registro) que mantém um registro de todos os códigos de barras já emitidos em contas. Em segundo lugar, existem os códigos de barras impressos nas contas em si. Finalmente, existem os scanners, internet bankings e outros lugares onde é possível que esses códigos de barras sejam traduzidos em valores, dados e datas.

No código de barras, as diferentes faixas de código representam os números de 0 a 9. Ao serem “traduzidos” pelo intermediário (internet banking, sistema de computadores etc) eles serão interpretados como datas, valores e dados. Por exemplo, a combinação dos números 637 pode significar o tipo de conta que você está pagando.

Como assim?

Se você olhar para um código de barras, você provavelmente não consegue saber onde um número termina e outro começa. Mas é realmente simples. Para cada dígito no número é dada a mesma quantidade de espaço horizontal: exatamente 7 unidades. Então, para representar qualquer um dos números de zero a nove, nós simplesmente colorimos essas sete unidades com um padrão diferente de listras pretas e brancas. Assim, o número um é representado por coloração em duas listras brancas, duas listras pretas, duas listras brancas, e uma tarja preta, enquanto o número dois é representado por duas listras brancas, uma tarja preta, duas listras brancas e duas listas pretas finais.

Funcionamento dos códigos de barras

Há diferentes tipos de códigos de barras, mas todos eles traduzem números em diferentes tipos de informações. (Foto: forums.crackberry.com)

Como são organizados os dados dos códigos de barras?

Você provavelmente já percebeu que os códigos de barras podem ser bastante longos e isso é porque eles têm que representar diferentes tipos de informações, de acordo com o padrão que seguem e o tipo de produto/serviço no qual eles estão sendo usados. De acordo com o padrão da FEBRABAN para códigos de boletos bancários, cada um dos dígitos tem os seguintes significados:

Posição 01-03 = Identificação do banco (exemplo: 001 = Banco do Brasil)

Posição 04-04 = Código de moeda (exemplo: 9 = Real)

Posição 05-09 = 5 primeiras posições do campo livre (posições 20 a 24 do código de barras)

Posição 10-10 = Dígito verificador do primeiro campo

Posição 11-20 = 6ª a 15ª posições do campo livre (posições 25 a 34 do código de barras)

Posição 21-21 = Dígito verificador do segundo campo

Posição 22-31 = 16ª a 25ª posições do campo livre (posições 35 a 44 do código de barras)

Posição 32-32 = Dígito verificador do terceiro campo

Posição 33-33 = Dígito verificador geral (posição 5 do código de barras)

Posição 34-37 = Fator de vencimento (posições 6 a 9 do código de barras)

Posição 38-47 = Valor nominal do título (posições 10 a 19 do código de barras)

Como é que um scanner de código de barras funciona?

Scanners de código de barras “enxergam” códigos de barras como padrões binários, onde cada linha preta que corresponde a um e cada linha branca a zero. As áreas brancas do código de barras refletem mais luz; áreas pretas refletem menos. Um sensor de luz no scanner “enxerga” os pretos e brancos e traduz os zeros e ums em informações. Por exemplo, um código 11.101.011 pode ser traduzido nos números 234.

Cuidados ao pagar boletos bancários e contas com códigos de barras

Principalmente para evitar fraudes, é importante que você identifique os 3 primeiros dígitos dos boletos e contas e os últimos números, com os valores (caso existam. Cartões de crédito, por exemplo, podem ter faturas pagas em diferentes valores, e no código de barras apresentam vários zeros). O nome do beneficiário, assim como CNPJ/CPF e demais dados no boleto/conta devem sempre ser verificados duplamente, por mais de uma pessoa, com o propósito de conferir qualquer erro que possa demonstrar algum tipo de fraude. Isso é mais importante ainda com boletos e contas suspeitas, que você não sabe a origem.

Na dúvida, o certo é sempre entrar em contato com seu gerente de banco ou diretamente com o emissor do boleto/conta antes de fazer qualquer pagamento. É possível fazer a atualização online de boa parte deles, mas novamente, faça isso apenas no site oficial de bancos e instituições financeiras registradas e monitoradas pelo Banco Central. E se mesmo assim, ainda tiver dúvidas, deixe suas perguntas nos comentários que faremos o possível para ajudar.

2 comentários para “Como funciona o código de barras das contas?”

  1. Mariana

    Oi, tenho uma duvida. Eu fiz um pagamento com código de barra pelo santander online, mas no nome do beneficiário eu me confundi. No email tem o nome da loja X, mas quando fui verificar o boleto tinha outro nome (pagseguro). Eu coloquei o nome da loja, pois só verifiquei o boleto depois de efetuar o pagamento. O que eu faço? O pagamento foi concluído e não sei se vai pagar ou não :/ me ajudem

    Responder
    • Equipe Crédito ou Débito

      Está correto, Mariana. O PagSeguro emite boletos em nome do vendedor.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)