Cartões pré-pago são uma outra maneira de carregar dinheiro com você. Você os carrega com o dinheiro quando você os compra e quer gastá-los em lojas físicas ou online, ou sacar uma parte do dinheiro de um caixa eletrônico quando você precisar. São cartões que funcionam de forma parecida com os cartões de crédito, só que mantendo um controle maior de seus gastos, pois eles tem um limite definido pela quantidade de dinheiro que você “depositou” no cartão. Escolher um cartão pré-pago pode ser uma forma de controlar seus gastos no exterior e economizar uma grana em relação à outras formas de pagamento.

Como escolher o melhor cartão pré-pago internacional?

Para descobrir qual cartão pré-pago internacional que você precisa, você deve pensar como vai usá-lo. É apenas para compras pela internet? Será que você quer um para você não gastar demais? Você gosta deles, porque você sente que eles são mais seguros do que carregar dinheiro? Ou você quer um para dar ao seu filho adolescente para que eles não gastem demais nas viagens ao exterior ou compras pela internet?

Uma vez que você considerou como você vai usar o seu cartão pré-pago, você precisa comparar as dezenas de cartões diferentes em oferta. Existem alguns que tem programas de relacionamento, outros podem ter um recarregamento facilitado em postos de atendimento ao redor do mundo, e alguns podem ter taxas de conversão de moedas mais atrativas. É necessário que você compare e encontre o que melhor atenderá suas necessidades e que oferece os melhores benefícios.

Como comparar cartões pré-pago internacionais?

Há três principais elementos a comparar em cartões pré-pago: a moeda que você quer usar no cartão, como você pode carregar os cartões e as taxas cobradas por eles.

Como pagar sua viagem com um cartão pré pago internacional

Considere diversas opções de cartões pré pago internacionais antes de se comprometer com uma. Há vários benefícios que eles oferecem e facilidades que podem ser diferenciais importantes ao seu perfil de cliente. (Foto: www.bmo.com)

Moeda do cartão pré-pago

Você precisa saber quais moedas são aceitas no cartão pré-pago. É possível carregar o cartão através do pagamento com a moeda em espécie ou através de uma conversão da sua moeda no momento do carregamento para a moeda desejada. A vantagem aqui é que você vai se proteger contra variações cambiais, pois a conversão é feita no momento do carregamento, o que significa que aquela moeda já foi convertida. Mas se o valor da moeda desvalorizar em relação ao Real, você pode acabar com menos dinheiro se quiser converter de volta. As taxas de câmbio são mais ou menos as mesmas para as diferentes empresas que emitem cartões pré-pago, pois usam a cotação turismo da moeda para a conversão.

Como carregar seu cartão pré-pago

Há várias formas de carregar os cartões pré-pago com mais dinheiro. Você pode fazê-lo cara a cara em algumas lojas, nos correios, em instituições financeiras ou postos de atendimento. Alternativamente, você pode fazer o carregamento por telefone, na internet, por SMS, aplicativos dos bancos no celular, fazendo uma transferência do seu banco, ou usando seu cartão de débito ou cartão de crédito para transferência de fundos. É melhor não usar um cartão de crédito para esta transferência, já que pode incidir IOF sobre duas transações, aumentando seus custos.

Nem todos os cartões têm todos esses métodos disponíveis. É especialmente importante verificar como um cartão pré-pago internacional pode ser carregado, já que você não quer ter que fazer uma chamada de telefone no exterior cara para adicionar mais dinheiro no cartão. Usando a internet ou fazer uma transferência da sua conta bancária é provável ser a forma mais barata de carregamento.

Muitas vezes existe um valor mínimo que você tem que carregar para o cartão quando você obtém um. Não é geralmente muito, mas você tem que adquirir um que esteja de acordo com sua realidade.

Taxas

Há uma série de taxas associadas aos cartões pré-pagos e que você deve conferir:

  • Aplicações;
  • Encargos mensais;
  • Compras;
  • Compras pela Internet;
  • Saques em dinheiro;
  • IOF;
  • Conversão de moeda estrangeira.

Aqui é onde é importante pensar sobre como você deseja usá-lo ou ele pode se tornar uma opção cara.

Por exemplo, se você estiver planejando usar o seu cartão pré-pago principalmente para tirar dinheiro do caixa eletrônico, você precisa olhar para as taxas de utilização de um caixa eletrônico. Alguns cartões pré-pago permitem saque gratuito no exterior, enquanto outros têm uma taxa fixa cada vez que você usar um caixa eletrônico ,fazendo várias pequenas retiradas custosas.

Embora vários cartões pré-pago sejam gratuitos quando faz o pedido de um, outros podem cobrar taxas ou mensalidades. Pode haver também cobrança para participação em programas de recompensa, sendo melhor que você compare bem antes de se comprometer com um cartão pré-pago.

Como escolher e economizar com um cartão pré-pago?

O imposto (IOF) para a compra de papel moeda é de 0,38%, enquanto para o cartão pré-pago internacional e os cartões de crédito internacionais é de 6,38%. A maior diferença entre eles não é nesse custo, entretanto. A diferença está na segurança, pois um cartão pré-pago ou de crédito vai exigir sua senha e dados pessoais para ser utilizado. Além disso, a maioria das empresas de cartões pré-pago oferece segunda via gratuitamente no exterior, gerindo o risco que você pode correr de perder o cartão. Outra vantagem é proteger a moeda da viagem das variações cambiais. Por exemplo, se a moeda está numa tendência de alta, comprar ela agora pode resultar em uma economia para sua viagem.

A questão de como pagar suas compras em viagens hoje em dia não é tanto quanto ao preço que você vai pagar pela moeda, mas sim pela segurança oferecida. O cartão pré-pago internacional também vai te oferecer um maior controle sobre o quanto você gastará no exterior. A recomendação de especialista para que a economia seja suficiente e sua segurança seja garantida é que, pelo menos 60% dos seus gastos no exterior sejam em cartões pré-pago ou cartões de crédito, sendo os outros 40% em dinheiro em espécie. O que eles também recomendam é calcular o preço dos produtos e serviços e ver quais deles valem a pena pagar com cada tipo de pagamento.

Por exemplo, se você tem um produto 7% mais barato lá do que o preço no Brasil, mas paga com o cartão pré-pago, só o IOF já faz com que a compra não seja mais tão vantajosa. Como sempre, planejamento é a alma da economia.

Vale um lembrete importante: verifique se o cartão pré-pago é aceito nos lugares que você pretende visitar e fazer compras para não ser surpreendido. Seja loja online ou física, nem todas aceitam as bandeiras que você quer usar.

Você usa cartões pré-pago internacionais? Quais acha mais vantajosos? Qual forma de pagamento internacional você acha melhor?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)