O que é renda fixa?

Escrito na categoria "Educação financeira" por André M. Coelho.

Renda fixa refere-se a qualquer tipo de investimento em que o emitente é obrigado a fazer pagamentos de uma quantia fixa em um período fixado. São exemplos de renda fixa a caderneta de poupança, CDB, títulos públicos, letras de câmbio, letras hipotecárias, debêntures e demais fundos de renda fixa.

Títulos de renda fixa pode ser contrastados com títulos de capital como as ações na bolsa de valores, que criam a obrigação de pagar dividendos ou qualquer outra forma de renda. Para que uma empresa expanda seu negócio, muitas vezes tem de levantar o dinheiro para financiar uma aquisição, comprar equipamentos ou terra ou investir no desenvolvimento de novos produtos. As condições em que os investidores vão financiar a empresa vai depender do perfil de risco da empresa. A empresa pode “vender-se” através da emissão de capital próprio na bolsa de valores ou pode prometer pagar juros regulares para um dado empréstimo bancário.

O termo “fixo” em “renda fixa” refere-se tanto pra o cronograma de pagamentos obrigatórios quanto ao montante. Títulos de renda fixa podem ser distinguidos de títulos indexados à inflação, notas variável de juros e afins. Se um emitente não efetuar o pagamento de um título de renda fixa, o emitente estiver em mora, e, dependendo da legislação e da estrutura da segurança, os beneficiários podem ser capazes de forçar o emissor à falência.

Investimentos de renda fixa

A renda fixa é um investimento de baixo risco, que garante uma certa segurança ao investidor que diversifica seus investimentos. (Foto: infomoney.com.br)

Em contrapartida, se a empresa perde um dividendo trimestral (não de renda fixa) dos acionistas, não há violação de qualquer compromisso de pagamento e sem padrão. No sistema bancário brasileiro, dada a estabilidade de nossa economia e o alto nível de intervenção do Banco Central, os títulos de renda fixa tem sido respeitados e não há muitas controvérsias quanto aos pagamentos.

A renda fixa a prazo também se aplica a renda de uma pessoa que não varia significativamente ao longo do tempo. Isso pode incluir os rendimentos obtidos a partir de investimentos de renda fixa, como títulos e ações preferenciais ou pensões que garantem uma renda fixa. Quando pensionistas ou aposentados são dependentes de sua pensão como sua principal fonte de renda, a renda fixa pode também levar a implicação de que eles têm uma renda relativamente limitada ou ter pouca liberdade financeira para fazer grandes gastos.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário