Um cheque cruzado é qualquer cheque que seja cruzado com duas linhas paralelas, seja através de todo o cheque ou através do canto superior esquerdo do cheque. Este símbolo significa que o cheque só pode ser depositado diretamente em uma conta bancária e não pode ser imediatamente descontado por um banco ou qualquer outra instituição de crédito.

Por que cruzar o cheque?

Usando cheques cruzados, os escritores de cheques podem simplesmente, mas efetivamente, proteger os cheques que eles escrevem. Os cheques cruzados são predominantemente usados ​​em países da Europa e da Ásia, assim como no México e na Austrália e claro, no Brasil. Nos EUA eles são raramente usados. Cheques cruzados tem caído em desuso, mas ainda assim, são usados em alguns lugares.

Cruzando um cheque fornece instruções específicas para uma instituição financeira sobre como os fundos podem ser manipulados. Mais comumente, é usado para garantir que um banco só deposita os fundos em uma conta bancária real e não o desconta imediatamente no recebimento inicial. Isso fornece um nível de segurança para o pagador, pois exige que os fundos sejam manipulados por meio de um banqueiro coletor.

Como preencher cheque cruzado?

Embora a formatação e a formulação exatas possam variar entre nações, o mercado simbólico mais comum envolve duas linhas paralelas sendo desenhadas. Essas linhas podem estar localizadas no centro do cheque ou anotadas no canto superior esquerdo e podem conter ou não as palavras “não negociável”, observando a mudança no status. Caso contrário, a frase “Beneficiário da conta” também pode ser escrita no cheque e executa a mesma função de cruzá-lo, mas é bom sempre cruzar o cheque para uma garantia especial de segurança.

Cheque cruzado

Entenda o cruzamento do cheque e sua função no uso dessa ferramenta do mercado financeiro. (Foto: curiousguys2)

Como descruzar um cheque?

Se um cheque for cruzado, não há como o caixa passar o cheque. Além disso, o cheque é considerado intransferível e não pode ser transferido para terceiros. A única ação permitida é o beneficiário depositar o cheque em uma conta que ele possui em seu próprio nome. O pagador não pode descruzar o cheque. Se caso for necessário “descruzar” o cheque, a recomendação é cancelar o cheque anterior e refazer um novo não cruzado.

O que significa cheque cruzado para o banco?

Caso um banco recebedor não cumpra o cruzamento, pode ser considerado uma quebra de contrato entre a instituição e o cliente que fez o cheque. Se o beneficiário não tiver realmente os fundos disponíveis para cobrir o cheque, o banco pode ser responsável por quaisquer perdas associadas.

E um cheque não cruzado?

Um cheque aberto, também conhecido como cheque ao portador, é qualquer cheque que não seja cruzado. Cheques abertos podem ser descontados no balcão, com os fundos sendo fornecidos diretamente ao beneficiário. Oferecem uma camada de segurança a menos, já que se o cheque não cruzado pode ser descontado por qualquer indivíduo que não seja o beneficiário.

É sempre recomendável, como medida de segurança, cruzar o cheque. Dessa maneira, apenas e somente o beneficiário pode descontá-lo. No caso do cheque ser perdido ou extraviado, a pessoa que ficar em posse do cheque não poderá ter acesso aos recursos, garantindo a segurança do emissor do cheque.

Ficou alguma dúvida sobre cruzar o cheque? Deixem nos comentários suas perguntas. Estamos aqui para ajudar e iremos esclarecer qualquer dúvida que vocês quiserem!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)