O cartão de crédito empresarial é um serviço que bancos e instituições financeiras oferecem aos seus clientes empresariais e corporativos para um fidelização destes e também para dar a oportunidade do acesso a cartões de crédito com melhores condições. Como é um serviço voltado para pessoas jurídicas, muitos desconhecem o funcionamento deste tipo de cartão até receberem um de suas empresas ou abrirem uma conta de pessoa jurídica em algum banco.

Características dos cartões de crédito empresariais

Assim como um cartão normal, há a possibilidade de parcelamento das compras, até 40 dias para pagar, limites de crédito e de saque, função débito e outros. Alguns cartões não tem função débito. As taxas destes cartões são, geralmente, menores do que as dos cartões de pessoa física. As anuidades são também diferenciadas e a participação de programas de relacionamentos tem bônus e diferenciais atrativos. Os cartões de empresa podem ser do tipo Empresarial ou Corporativo, variando de acordo com o faturamento da empresa. O primeiro é um modelo mais básico e o segundo, mais completo, inclui serviços extras, como seguro, isenção de anuidade, serviços personalizados e outros.

Taxas, tarifas e juros dos cartões de crédito de empresas

Como o pagamento dos cartões corporativos e empresaria é por conta da empresa que tem conta no banco, há muito menos riscos envolvidos, o que ajuda na cobrança de taxas, tarifas e juros menores do que suas contrapartes de pessoas físicas. Seguros e outros serviços agregados ao cartão podem também ser adquiridos com descontos especiais. Já tarifas de anuidade podem ser um pouco mais altas ou até existir a isenção das tarifas, mas depende inteiramente da negociação da empresa com a instituição financeira.

Marketing que pode enganar

Muitas vezes, o cartão corporativo é só propaganda. Na foto, marketing do cartão corporativo de um banco brasileiro. (Foto: www.bradescopessoajuridica.b.br)

Quem paga o cartão de crédito da empresa?

O cartão de crédito da empresa pode ser centralizado ou individualizado. No primeiro caso, todos os gastos de portadores de cartão de crédito compartilham de um mesmo limite e fatura. No segundo, cada portador se responsabiliza pelo pagamento da fatura, tendo também um limite individual. A empresa pode ou não ser responsável pelo pagamento destes cartões, sendo esta decisão tomada antes do fornecimento destes para os funcionários.

Vale a pena o cartão de crédito da empresa?

Tanto para a empresa quanto para o funcionário o cartão de crédito empresarial ou corporativo pode ser um bom negócio. É um benefício que, se a empresa optar por não pagar os gastos, não tem custo nenhum para ela. Já na opção em que ela arca com os gastos de seus funcionários, o cartão é uma forma de centralizar as finanças e organizá-las, sabendo exatamente onde e como o funcionário gastou o dinheiro. Ainda vale a comparação entre cartões de crédito pessoa física e pessoa jurídica  antes de fazer o contrato de um destes cartões. Pode ser mais negócio um cartão pessoa física dependendo as condições. Tudo vai estar diretamente relacionado à capacidade de negociação da empresa com o banco ou instituição financeira.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)