Se você gastou muito no cartão de crédito além do limite, já deve ter se surpreendido com uma tarifa de avaliação emergencial de crédito. Mas o que será que é isso? Como funciona? Será que dá pra desativar? Vamos entender melhor essa tarifa e sua função no seu cartão de crédito.

O que é avaliação emergencial de crédito?

Avaliação emergencial de crédito é uma ferramenta de bancos e instituições financeiras para aumentar seu limite do cartão de crédito temporariamente ou permanentemente após você ter ultrapassado o limite permitido

Para realizar a avaliação emergencial de crédito, o banco ou instituição financeira cobra uma tarifa na sua fatura. Essa tarifa varia de instituição para instituição, mas pode ser consideravelmente cara. Vale lembrar que ela tem um valor limite também, pois não é possível aumentar muito o limite do seu cartão com o avaliação emergencial de crédito.

O valor geralmente gira em torno de 10% a 20% do valor total do seu limite e depois da avaliação, não é possível mais usar o cartão na função crédito até o pagamento da fatura e liberação do limite. Algumas instituições estabelecem um valor fixo que pode ser aumentado, e você pode consultar pelos canais de atendimento da instituição.

Avaliação emergencial de crédito

Monitore seus gastos no cartão para evitar os altos custos de uma avaliação emergencial de crédito. (Foto: The Balance)

Vale a pena pagar pela tarifa de avaliação emergencial de crédito?

Se você for uma pessoa bem planejada, vai se prevenir antes de ter de pagar essa tarifa e vai solicitar um novo cartão de outra instituição ou pedir um aumento do limite para seu cartão atual. Mas se você tiver uma emergência ou não se planejou com os gastos do cartão, a tarifa de avaliação emergencial de crédito pode ser uma opção. Porém, é sempre possível evitar esse gasto com a tarifa.

Como evitar ultrapassar o limite do cartão de crédito?

Você pode evitar ultrapassar o limite do cartão de crédito e evitar pagar a tarifa de avaliação emergencial de crédito com planejamento.

Primeiramente, sempre tenha controle de seus gastos no cartão e de seus limites, lembrando que compras parceladas contam pro limite do cartão. Por exemplo, uma compra parcelada de R$1000 em 10x de R$100 “corta” R$1000 do seu limite no momento da compra. O limite vai sendo liberado à medida em que você paga as parcelas na fatura. Por exemplo, o primeiro pagamento de R$100 libera R$100 do seu limite, e assim por diante.

Em segundo lugar, se você vê que vai gastar mais no cartão do que seu limite permite, é hora de fazer um planejamento financeiro. Se você está gastando demais no cartão de crédito, é uma bandeira vermelha para a dívida, e você pode rapidamente ter problemas financeiros. Se esse não é seu caso e seu orçamento está muito bem controlado, você pode tentar conseguir um cartão de crédito online ou de outra instituição, o que te dará um limite maior. Ou você pode também negociar com sua instituição emissora do cartão de crédito atual e negociar com ela um aumento do seu limite do cartão.

Por último, se você está prestes a ultrapassar o limite do cartão, comece a usar outras formas de pagamento como cartão de débito, transferências bancárias ou dinheiro. Porém, não se esqueça de garantir de que terá dinheiro sobrando para pagar a fatura do cartão, evitando juros e multa por atrasos ou parcelamento.

Esperamos não ter deixado nenhuma dúvida sobre a tarifa de avaliação emergencial de crédito, mas se você ainda tem perguntas, deixe-as nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)