Um orçamento pessoal ou familiar é um resumo detalhado das receitas e despesas esperadas por um período de tempo definido, frequentemente as despesas de um mês. Embora a palavra orçamento tenha se tornado sinônimo de restrição de gastos assim como a dieta se tornou sinônimo de alimentação restrita, um orçamento deve realmente significar gastos mais eficientes. Um orçamento irá mostrar-lhe a quantidade de dinheiro que você espera receber contra todas as suas despesas necessárias, como pagamentos de hipoteca e aluguel até despesas discricionárias, como entretenimento.

Em vez de ver um orçamento como algo negativo, visualize-o como uma ferramenta para atingir seus objetivos financeiros. E nós vamos te ensinar a fazer um orçamento simples, com dicas essenciais,

Orçamento simples: o básico

Como uma ferramenta de planejamento financeiro pessoal, um orçamento mensal escrito permite que você planeje como gastar e/ou economizar seu dinheiro todos os meses e também acompanhar seus padrões de gastos. Embora fazer um orçamento pode não soar como a atividade mais excitante (e para alguns, é francamente assustador), mas é vital manter sua casa financeira em ordem já que os orçamentos dependem do equilíbrio. Se você gastar menos em uma área, você pode gastar mais em outra ou optar por economizar esse dinheiro para uma compra futura maior, construindo um fundo de emergência, ou mesmo para aposentadoria.

Antes de começar a fazer seu orçamento, é importante perceber que para ser bem-sucedido, você deve fornecer a informação mais detalhada e precisa possível. Em última análise, o resultado final do seu novo orçamento irá mostrar-lhe de onde o seu dinheiro está vindo, quanto está lá e onde tudo está acontecendo a cada mês.

Com um orçamento, você pode começar a priorizar seus gastos e gerenciar melhor seu dinheiro e futuro financeiro.

Como fazer um orçamento

Um bom orçamento ajuda a controlar as finanças e evita problemas financeiros graves, como dívidas incontroláveis. (Foto: De Montfort Students’ Union)

Como fazer um orçamento simples? Modelo para seguir!

O seguinte é um guia passo a passo para fazer um orçamento pessoal preciso e útil. Pegue um papel e caneta ou use uma planilha no computador. Pode ser também uma tabela em um editor de texto. O importante é ter duas seções nesses lugares: uma para gastos e outra para receitas. Iremos classificar cada uma dessas depois.

Reúna todas as demonstrações financeiras que você puder

Isso inclui extratos bancários, contas de investimento, contas de serviços recentes e qualquer informação sobre uma fonte de renda ou despesa. Uma das chaves no processo de elaboração de orçamento é criar uma média mensal, então quanto mais informações você conseguir desenterrar, melhor.

Registre todas as suas fontes de renda

Se você é independente ou tem alguma fonte de renda externa, certifique-se de registrar isso também. Se o seu rendimento for na forma de um salário regular de onde os impostos são deduzidos automaticamente, então o valor do lucro líquido é bom. Registre esta receita total como um montante mensal.

Crie uma lista de despesas mensais

Anote uma lista de todas as despesas esperadas que você planeja ter ao longo de um mês. Isso inclui um pagamento de hipoteca, pagamentos de financiamentos de carro, seguros de automóvel, mantimentos, utilidades (água, luz, internet, etc), entretenimento, lavanderia, empréstimos estudantis, aposentadoria ou poupança universitária. Essencialmente, tudo no que você gasta dinheiro.

Desloque as despesas para duas categorias: fixas e variáveis

As despesas fixas são aquelas que são relativamente iguais todo mês e são partes necessárias de sua maneira de viver. Elas incluem despesas como sua hipoteca ou aluguel, pagamentos de financiamentos, serviços de TV a cabo e/ou internet, pagamentos com cartão de crédito e assim por diante. Essas despesas, em sua maior parte, são essenciais, mas não são suscetíveis de mudanças no orçamento. As despesas variáveis ​​são o tipo que irá mudar de mês para mês e inclui itens como mantimentos, gasolina, entretenimento, comer fora e presentes, para citar alguns. Esta categoria será importante para fazer ajustes nas suas finanças

Calcule o total de sua renda mensal e despesas mensais

Se o seu resultado final mostrar mais renda do que despesas, você está com um bom começo. Isso significa que você pode priorizar esse excesso em áreas de seu orçamento, como poupança de aposentadoria ou pagar mais nos saldos do cartão de crédito para eliminar essa dívida mais rapidamente. Se você estiver mostrando uma coluna de despesa maior do que a renda, isso significa que algumas mudanças terão que ser feitas.

Faça ajustes nas despesas

Se você identificou com precisão e listou todas as suas despesas, o objetivo final será ter suas colunas de renda e despesa iguais. Isso significa que todas as suas receitas são contabilizadas e orçadas para uma despesa específica ou objetivo de poupança.

Se você estiver em uma situação em que as despesas são maiores do que a renda, você deve observar suas despesas variáveis ​​para encontrar áreas a serem cortadas. Uma vez que estas despesas normalmente não são essenciais, deve ser fácil cortar um pouco em algumas áreas para aproximá-lo da sua renda.

Revise seu orçamento mensalmente

É importante rever seu orçamento regularmente para garantir que você esteja no caminho certo. Após o primeiro mês, tome um minuto para se sentar e comparar as despesas reais com o que você criou no orçamento. Isso irá mostrar-lhe onde você fez bem e onde você pode precisar melhorar. Não se esqueça de continuar anotando todos os gastos para saber onde seu dinheiro está sendo colocado.

Como você faz a gestão das suas finanças? Como fazem seus orçamentos pessoais?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)