A concorrência faz com que os bancos invistam cada vez mais em automação o que significa menos gente trabalhando e mais computadores, caixas eletrônicos e serviços sendo ofertados pela internet. Os cartões de crédito a algum tempo atrás eram destinados apenas a pessoas com uma renda considerável mas hoje quase todo mundo consegue ter um cartão de crédito. O cartão de débito, por outro lado está sempre presente nas mãos de qualquer um que tenha uma conta corrente. De posse de dois cartões diferentes, qual deles usar para sacar dinheiro? Qual a diferença entre sacar dinheiro no cartão de débito ou no cartão de crédito?

A principal diferença entre estas duas modalidades de saque está nos juros! Ao sacar no cartão de crédito você está na verdade tomando um empréstimo junto ao banco e a administradora do cartão. Quando faz um saque no cartão de débito você está apenas tirando o dinheiro da sua própria conta, sem juros ou taxas. O saque no cartão de débito portanto nada mais é que acessar o dinheiro que já é seu por direito. Portanto é a maneira padrão, ideal, comum de ter acesso a dinheiro em espécie.

O saque no cartão de crédito é recomendado apenas em situações bem específicas como urgências. Se você tem dinheiro em sua conta corrente que não esteja comprometido com débitos futuros em sua conta, não há porque sacar no cartão de crédito. O saque no cartão de crédito faz sentido quando estamos fora do país e todas as outras formas de sacar dinheiro no exterior já foram avaliadas. Outra situação em que compensa sacar no cartão de crédito é em alguma urgência, fora do horário comercial, em que seu cartão de débito não esteja funcionando. Mesmo assim pode haver alguma outra forma mais barata de ter dinheiro em mãos. Devem ser avaliadas as outras possibilidades como empréstimo pessoal, familiares ou mesmo adiar alguma compra que se pretenda fazer.

Sacar no crédito ou débito

Sacar no cartão de crédito ou de débito ?

Portanto, sacar no débito é apenas tirar seu próprio dinheiro da conta, enquanto sacar no crédito é pedir dinheiro emprestado ao banco e pagar juros de cartão de crédito até o fechamento da fatura. Fuja da segunda opção!

 

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)