Os bancos oferecem a praticamente todos os clientes a opção de um cartão magnético para a movimentação das contas. A utilização do cartão é uma vantagem enorme para o banco e para o cliente. Para o banco porque torna possível o atendimento automático e diminui a necessidade do cliente ir ao banco e aumentar ainda mais a fila do caixa. Para a cliente existe a vantagem óbvia de poder sacar dinheiro em vários caixas eletrônicos e movimentar a conta sem ir efetivamente a uma agência.

Muitos destes cartões tem também bandeiras que os tornam cartões de débito ou crédito. Na função de débito ou crédito o cartão vira mais do que uma ferramenta para movimentar a conta bancária: ele se torna forma de pagamento.

Se você pode pagar uma compra com as duas opções, qual delas escolher? Quando é melhor usar o crédito? Pagar no débito é sempre melhor? Estas e outras dúvidas são freqüentes, e a resposta é a mesma: depende do caso. Na verdade em se tratando de decisões financeiras é quase sempre assim.

As taxas pagas pelo comerciante para a aceitação do cartão de crédito ou débito são diferentes e para o comerciante pode fazer diferença na sua decisão. Você inclusive pode usar esta informação para obter um desconto ao escolher a forma mais vantajosa para o comerciante.

Pagar com crédito ou débito?

Usar débito ou crédito?

O pagamento usando o cartão de débito oferece um risco muito mais baixo para a administradora do cartão visto que o débito é feito em tempo real em sua conta bancária. Salvo algumas exceções, o débito somente será aceito se você tiver saldo na sua conta corrente. Esta diminuição do risco faz com que os comerciantes prefiram o recebimento pelo cartão de débito, em detrimento do crédito. Mas e para você que está a pagar por uma compra é melhor tentar conseguir algum desconto neste pagamento, pois você está efetivamente pagando à vista.

Caso não consiga nenhum desconto é o momento ideal de utilizar o cartão de crédito. Com o cartão de crédito você somente irá tirar efetivamente o dinheiro da conta em 30 ou 40 dias, quando for o vencimento da fatura. Se não tiver desconto, melhor deixar seu dinheiro render mais um mês em sua conta investimento. Suponha que seja uma compra de R$ 1000,00 e você tenha uma aplicação rendendo 1% ao mês. Você terá ganho R$ 10,00 apenas por escolher “crédito” ao invés de “débito”!

Mas e se a loja oferecer algum desconto para o pagamento à vista? Em geral quando isto ocorre o desconto é de 3 ou 5%, as vezes chegando à 10%. Não há dúvidas que neste caso vale a pena pagar com o cartão de débito, afinal você não fará seu dinheiro render 10% até a chegada da fatura caso utilizasse o cartão de crédito!

Em resumo: teve desconto, débito. Não teve, crédito.

O que acha desta escolha? Como você decide se vai usar o cartão de crédito ou de débito?

Foto: sxc.hu

4 comentários para “É melhor pagar com cartão de crédito ou débito?”

  1. Gilberto

    Ótimas dicas! Muito simples e direitas, me ajudou bastante! Obrigado.

  2. josé vhnieska

    Há fornecedores que somente aceitam cartões de crédito, e não aceitam outras formas de pagamento. Ha pessoas que tem crédito, mas não querem pagar taxas absurdas por ele. Há lei que obrigue o consumidor pagar com cartão de crédito?

  3. celio bernardinelli

    eu quero desbloquear o cartão de Débito master card

  4. neusa

    Ótimo esclarecimento, pois sempre optei por pagamento no débito, a fim de ter maior controle de meus gastos. Mas, agora, vou manter um equilibrio na utilização de uma modalidade e outra. Obrigada.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)