Muitas vezes as pessoas evitam a abertura de contas conjuntas, porque eles não confiam em seus parceiros. E a maior parte destas pessoas nem sabe como tirar proveito de uma conta conjunta e sequer, sabem como lidar com seus recursos financeiros. Mas a falta de confiança não é o único fator que impede as pessoas de amarrar nós financeiros. Muitos não querem que ninguém saiba de suas finanças. Sentem vergonha de qualquer problema financeiro ou não admitem precisar de ajuda. Nem sequer se propõe a administrar as finanças familiares de forma a compartilhar e cooperar com problemas e soluções para as finanças familiares.

Vamos analisar as vantagens e desvantagens de uma Conta Conjunta.

Vantagens

Se você vive com alguém, a abertura de uma conta bancária conjunta pode ser usada para cobrir as contas de casa e outras despesas compartilhadas, tornando a vida mais simples e organizando o pagamento das contas. Quando ambos depositam um valor definido mensal, estipulado entre 10% e 40% do salário, esse tipo de conta evita discussões sobre dinheiro sobre quem poupa mais ou quem investe mais na família. Nos meses em que há algum dinheiro de sobra, você pode decidir em conjunto um destino para o mesmo, seja um investimento, uma viagem, uma reforma ou a transferência para uma conta poupança.

Serviço do mercado financeiro para pessoas que confiam uns nos outros

A Conta Conjunta pode ser uma ferramenta para educar financeiramente os envolvidos, buscando tirar o maior proveito possível da relação financeira conjunta e evitando discussões desnecessárias e desgastantes sobre dinheiro. (Foto: gilmoreandgilmore.com)

Embora haja sempre o risco de um dos lados gastar mais do que deve, o fato de que apenas uma porcentagem de sua renda é direcionada para a conta lhe dá uma medida de proteção suficiente para não se preocupar com isso. Para quem se preocupa com a privacidade, isso também significa que somente os gastos do da conta conjunta podem ser vistos. Daí seu uso mais focado no pagamento de contas da família e não coisas mais pessoais.

Quando se trata de uma conta conjunta do tipo poupança, a principal vantagem de tê-la é que você pode adicionar dinheiro a qualquer momento, o que significa que o saldo tende a crescer mais rápido com duas pessoas fazendo depósitos. Ter uma conta poupança conjunta é, portanto, muito útil quando se trata de poupar para grandes compras, como uma viagem chique a dois, ou uma nova cozinha.

O mesmo é verdade de empréstimos, hipotecas e outros contratos de crédito: duas pessoas, com duas fontes de renda, podem pedir mais do que uma pessoa sozinha e negociar taxas menores de juntos. É por isso que casais jovens tem muito mais facilidade de conseguir colocar os pés em uma casa nova do que um solteirão convicto.

Desvantagens

Como mencionado acima, um dos principais problemas com a abertura de uma conta conjunta de qualquer tipo com um parceiro é que você está dando a ele ou ela acesso a parte ou a todo seu dinheiro. Se o seu parceiro acaba por não ser uma pessoa confiável, ou a relação azeda, você poderia, portanto, acabar perdendo dinheiro para alguém em quem você pensou que poderia confiar.

Os riscos envolvidos na contratação de uma conta corrente são geralmente menores, já que os valores envolvidos também o são. No entanto, se o seu parceiro decidir retirar fundos de uma conta de poupança conjunta e ficar com uma grande parcela, pode ser muito difícil, se não impossível, obter a sua quota de volta.

Entretanto, quando se trata de acordos de crédito, lembre-se que você é solidariamente responsável com o seu parceiro para qualquer empréstimo feito como um casal. Se ele ou ela se torna incapaz ou não quiser cumprir os pagamentos, toda a responsabilidade do não pagamento irá cair sobre você, enquanto os problemas legais resultantes de uma incapacidade de pagar também te afetarão.

Educação financeira para a família

Abrir uma Conta Conjunta também pode ser um excelente argumento para educar sua família na administração correta das finanças para uma melhor saúde financeira. (Foto: blog.equifax.com)

Pensamentos finais

No Brasil, existem dois tipos de conta conjunta:

  • Solidária: quando há mais de um titular na conta. Nessa modalidade há a opção de qualquer um dos titulares fazer movimentações de crédito e débito em conjunto ou isoladamente.
  • Simples ou Não Solidária: tem mais de um titular, só que nesse tipo de conta, a movimentação só pode ser feita na presença de todos titulares.

Uma conta conjunta não precisa ser necessariamente aberta por um casal. Irmãos, responsáveis por menores de idade ou sócios também podem fazê-lo. É necessário apresentar os documentos de todos os titulares da conta (RG, CPF, Comprovante de Residência e Comprovante de Renda). Uma conta corrente comum pode ser convertida para uma conta conjunta. Existem algumas proteções que o Banco Central determinou para proteger alguns casos isolados, como a emissão de cheques sem fundo, onde apenas o emissor do cheque será cadastrado no CCF (Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos).

O Banco Central determinou, em 5 de dezembro de 2006, que em caso de problemas com cheque de conta conjunta apenas o nome da pessoa que emitiu (assinou) o cheque será incluído no CCF (Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos). Existem seguros que podem ser feitos para alguns casos também, protegendo ambos os titulares.

O melhor a ser feito é conversar bastante com seu parceiro na conta e explicar os limites, fazer cartões com limites definidos para ambos, estipular um valor mensal de depósito que não atrapalhe nenhum dos lados. A confiança se constrói através do diálogo e não da falta dele. Caso a conta dê errado, não significa que a relação não possa dar. É só encerrar a conta, solidária ou não, com a assinatura de todos os titulares ou seus representantes legais (em caso de menores de idade). Dependendo do banco em que abrir a conta pode haver uma cláusula específica no contrato informando que o encerramento da conta pode ser feito por um dos titulares. Dar certo ou errado vai depender exclusivamente de você e sua capacidade de conversar para chegar a um consenso.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)